segunda-feira, 28 de julho de 2014

MORDOMAS, ah!

O que se escrevesse sobre estas mordomas seria sempre a menos. É para ver e fazer....ah! Um espanto!

                                   


              



















                      Não é ainda, mas há-de ser.




                                                                      F    I    M

Texto e fotos doLethes
Remígio Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário