domingo, 6 de julho de 2014

BRINQUINHOS DA MINHA ALDEIA.


                  Não é torre medieval nem de menagem se trata. É o que resta de um antigo forno de cozer telha,  de uma fábrica de cerâmica que existiu no Lugar do Barreiro da  nossa freguesia, memória de uma indústria que foi ganha-pão para muitos lanhesenses até meados do século passado. É toda construída em tijolo burro (maciço) resistente a altas temperaturas.

               Possuía quatro patamares, que eram aquecidos a carqueja desde a base até ao último, sucessivamente, à medida que o material a cozer  adquiria consistência. Há, ainda, casas atualmente cobertas com telha ali cozida, tanto do tipo "francesa" (meia cana) como da marselha, mais moderna.

                  Bonita, não acham?

Sem comentários:

Enviar um comentário