segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

MAGOS DA OBRA SOCIAL RIBA LIMA CANTAM REIS.




Um grupo de utentes composto de ambos os sexos vestidos com roupas garridas imitando os usos da época na antiga Judeia, saíram da Obra Paroquial e Social Riba Lima até ao centro cívico da Freguesia, o Largo da Feira, com o objetivo de "cantar as janeiras", uma tradição antiga de Lanheses em que alguns deles quando jovens com certeza participaram.

    Mantendo uma jovialidade cativante estimulada pela claridade do dia e amável temperatura da tarde, os "mestres" cantores apresentavam-se em frente de estabelecimentos comerciais entoando em sons surpreendentemente compatíveis as antigas saudações da época natalícia.


   O grupo era conduzido pelas técnicas da Obra, Catarina e Sónia e pelos três Reis Magos, Melquior, Gaspar e Baltasar, os quais, de tão bem configurados e caracterizados que se apresentavam, não me abalanço a formular um palpite sobre a verdadeira identidade de cada um, inclusivamente de Baltasar, o mais intrigante de todos...

   Quem os conhecer...





Fotos: doLethes
Remígio Costa
 

  

  

sábado, 27 de janeiro de 2018

EXPRESSO (FRONTALMENTE) EXPRESSIVO. A LER.-

Expresso

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

DESPORTO AMADOR REGIONAL




AF Viana do Castelo
Campeonato distrital da 1ª divisão
16ª jornada
2017.01.21

                
                    - A MANDO DO NEVES, LIDERANÇA SAI DE VIANA E VAI PARA  PONTE DE LIMA

                    - UD LANHESES MANTÉM-SE NO PELOTÃO DA FRENTE NO REGRESSO ÀS VITÓRIAS

                    - SENHOR DA SAÚDE ATENDEU AOS LIMIANOS

                    - OITO GOLOS NA FESTA DO ALVARINHO, EM CAMPOS.

                    - NOTA + PARA O PIÃES AO RECUSAR BOA MORTE

JORNADA 16 - RESULTADOS
                                                               Classificação

(ZeroZero)

Remígio Costa 

domingo, 21 de janeiro de 2018

FALECIMENTO.



      MARIA ALVES DA SILVA, no estado de viúva, de 91 anos de idade, com domicílio no Lugar da Peitilha, em Lanheses, faleceu hoje dia 21 de janeiro, de causa natural.

     O funeral desta anciã vai realizar-se no dia 22, segunda feira, pelas 16:30 horas, saindo o corpo em cortejo fúnebre da capela mortuária de Nossa Senhora da Esperança onde se encontra exposto em câmara ardente para a Igreja paroquial, onde decorrerão as exéquias fúnebres, terminadas as quais irá a sepultar no cemitério desta freguesia.

     Aos familiares enlutados especialmente aos mais próximos, apresento sentidas condolências.



   

sábado, 20 de janeiro de 2018

DESPORTO AMADOR REGIONAL - CARTAZ FIM DE SEMANA 20/21 DE JANEIRO DE 2018

POUCO ANIMADA (AINDA) A SAFRA DA LAMPREIA EM LANHESES (Viana do Castelo)





          Os pescadores amadores de lampreias no rio Lima que se movimentam nas suas típicas barquinhas numa zona do rio limitada pela ponte de Lanheses e os contornos ocidentais da freguesia de Fontão, do concelho de Ponte de Lima, alimentavam a esperança de que a pesca no ano corrente fosse mais produtiva em quantidade daquela que havia sido na safra do ano anterior. Seguindo um velho princípio empírico dos antigos pescadores, eles crêem que quando há chuva com engrossamento do caudal do rio, crescerá a fartura do estimado peixe. Para já, ao que julgo entender das suas (in)confidências, o esguio, longilíneo e viscoso invertebrado animal criado no salgado mar "dos Sargaços" a milhares de quilómetros de distância, com data de nascimento entre três a cinco anos antes na água doce dos pontos mais altos dos rios a norte do país, são ainda em número minguado para a ambição e gáudio dos expectantes pescadores.

   Terá sido (ainda) insuficiente a chuva que este inverno aliviou no Vale do Lima para incentivar a início da reprodutora até ao sítio ajustado para o cumprimento do ciclo da proliferação da espécie? Ou outras causas menos naturais estão a contribuir para a diminuição gradual dos embriões que garantem a continuidade da estimada e ansiada visitante?



   Desconhecendo a existência de estudos credenciados e recentes sobre a vida e evolução desta espécie, bem como se a confirmação fidedigna de uma  (in)provável escassez notada na zona acima referida é (também) sentida noutros rios onde a lampreia acede, designadamente nos rios Minho e Cávado, não será de excluir que, a verificar-se a diminuição do peixe ela se deverá à ação da pesca profissional com o uso de redes a jusante da ponte de Lanheses até montante da de Viana do Castelo, ao número de pescadores amadores que operam na circunscrição para a qual obtiveram licença, à eventual dificuldade da transposição pelas fêmeas do açude criado em Ponte de Lima para atringirem o melhor local da desova, não excluindo ainda os efeitos nefasto da crescente poluição dos oceanos e o aumento da temperatura cientificamente provado dos mares.


      Das hipóteses consideradas acima, acrescento aquela que mais poderá contribuir para esclarecer o fenómeno: o consumo crescente do famoso pitéu. Com efeito, a lampreia é cada vez mais um produto inscrito no cardápio dos restaurantes portugueses na época sazonal e até fora dela, e entra regularmente na dieta de muitas famílias do litoral como (também) do interior. Multiplicam-se as "festas da lampreia" como cogumelos nos outeiros, organizam-se excursões às localidades onde a fama do produto é aliciante, apura-se e cresce a criatividade na preparação da iguaria, amplia-se o consumo por todo o ano e não se exagera no desincentivo da acessibilidade popular ao consumo mantendo a estabilidade do preço razoável fora do início da safra. 


     Sejamos otimistas e confiemos que o "ratting" da pescaria saia da crise.Já bastava a restrição à safra da sardinha para arrelia e prejuízo dos pescadores para agora se juntar a da lampreia para desconsolo dos (muitos) apreciadores. E se a solução está na chuva, que as nuvens se abram e transborde o rio de tantas lampreias que até à mão se deixem apanhar.




 
Fotos: doLethes
Remígio Costa     

  

RÁDIO ALTO MIMHO, EM DIRETO, A PARTIR DE LANHESES

    

      A Rádio Alto Minho, de Viana do Castelo, está neste momento a transmitir em direto, o programa "Radio Alto Minho nas freguesias"(?), a partir de um posto móvel estacionado no lado nascente do Largo Capitão Gaspar de Castro, nesta freguesia. Ao passar no local, apercebi-me da presença do presidente da Junta de Freguesia, Filipe Rocha e do presidente do União Desportiva de Lanheses (UDL) António Rocha, provavelmente convidados para participarem no programa, o qual continua neste momento a ser emitido.

  
Foto: doLethes
Remígio Costa   

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

DESPORTO AMADOR REGIONAL - Campeonato distrital da 1ª divisão, da AF Viana do Castelo.




AF Viana do Castelo 
Campeonato distrital da 1ª divisão
15ª jornada
2018.01.14

                         - UD LANHESES "RESPEITA" A CONCORRÊNCIA COM UM EMPATE

                         - NEVES NÃO CHEGAM A CAMPOS

                         - PIÃES RESISTIU MAS CAIU NA VILA MAIS ANTIGA
  
                         - TÁVORA EMPATA VISITAS INCÓMODAS

                         - NÃO HÁ COURA QUE CHEGUE À FOZ DO LIMA.




Em Lanheses:

                     UD LANHESES, 1 - CERVEIRA, 1
                                  (ao intervalo: 1-0)

UD LANHESES alinhou: Vasco, Cruzeiro, Peixe, Mendonça, Alex, Filipe, Digo Castro, aos 75' Dani, Faizão, Kitos e Carillho, aos 73' João Pedro e aos 90'+1' Lomba. Não utilizados: Rocha, Tiago, Jorginho, Edú, João Pedro.
Treinador: Pedro Lomba

Cerveira: João, Diogo Carvalho, Rui Silva, aos 90'+2' Marco, Yan, Miguel Pereira, Dani, Osear, André, Carlos Alberto, aos 73' Digo Cunha, Vítor Hugo e Higuita, aos 88' Filipe. Não utilizados: António Pedro, Diogo Trindade, Marco e Francês.
Treinador: António Fernandes.


Equipa de arbitragem: Márcio Torres, Manuel Rocha e Bruno Rocha.


GOLOS E MARCADORES. 1-0 aos 25'. Fuga de Castro com a bola à sua frente a partir da linha do meio campo levando à ilharga um adversário, e já dentro da área a contornar o guarda redes  e a desviar à vontade para dentro da baliza. 1-1 aos 53' por Higuita na sequência de pontapé de canto, com um desvio em cima da linha de baliza no meio da confusão resultante da aglomeração de pernas.



  
Comentário ao jogo:

     A primeira parte decorreu com maior tendência atacante da equipa da casa resultante de jogadas de envolvimento coletivo feitas quer pelo interior quer pelas alas, a que a equipa visitante replicava em lançamentos de longa distância ou com ensaios de  tentativas individuais para surpreender a pontual  posição adiantada da defesa local. Quer de um lado quer do outro não foram criadas situações flagrantes de golo, se bem que o UDL andou mais perto, em dois ou três lances, de abrir a contagem e mesmo ampliá-la.

     O segundo período decorreu mais equilibrado territorialmente, quiçá pela subida de rendimento da equipa de Cerveira que reentrou na partida mais afoita e ambiciosa, ou pelo menor acerto dos lanhesenses nos passes e, sobretudo, pela ineficácia na finalização desaproveitando lances com veneno suficiente para matar o enguiço que empatava a partida.

     Em verdade, o empate final é o desfecho que não penaliza com má justiça o desempenho das duas formações, que lutam por ocupar lugar cimeiro da tabela classificativa, e por outro lado premeia o esforço e a entrega dos jogadores de ambas as equipas pela obtenção do melhor resultado, bem como a correção e desportivismo dos jogadores envolvidos.

      A arbitragem foi bastante contestada sobretudo nos últimos minutos do encontro quando os cartões amarelos começaram a ser distribuídos a esmo ao ritmo do movimento do ponteiro dos minutos de um relógio. Nem tempo havia para os anotar. Mas o "vício" dos juízes da bola em apitar (ou não...) a faltas e a faltinhas, a gritos e gritinhos tratados com aguinha de spray e pancadinhas abaixo das costas, é uma pandemia cuja origem remonta no futebol português 1ao tempo da bola quadrada. Ao mais alto (des)nível.

Na prática, pouco mudou na contabilidade da prova. 



Assim,


                       RESULTADOS DA JORNADA E CLASSIFICAÇÃO GERAL.

















                                JORNADA 15
14/01AD Campos3-2Neves FC



GD Moreira do Lima1-1Monção



Limianos3-2Vitorino de Piães



Vianense3-0SC Courense



FC Vila Franca0-3Valenciano



AD Chafé1-1Ponte da Barca



UD Lanheses1-1Cerveira



Távora1-1ADC Correlhã


































Classificação


                                           PRÓXIMA JORNADA
21/01AD ChafévsCerveira



TávoravsPonte da Barca



ADC CorrelhãvsVitorino de Piães



UD LanhesesvsValenciano



FC Vila FrancavsSC Courense



AD CamposvsMonção



VianensevsNeves FC



GD Moreira do LimavsLimianos


































 
                                     Ainda não foi desta. Para a próxima.
                          - 
Foto: doLethes
Remígio Costa
                         -