terça-feira, 29 de janeiro de 2013

REGRESSARAM AO LAR AS INQUILINAS DA RUA DE SANTA EULÁLIA.

            

                  O casal de cegonhas-brancas, dono do ninho construído no cimo da chaminé do edifício onde esteve a Casa do Povo, à Rua de Santa Eulália, em Lanheses (Viana do Castelo), esteve junto pela primeira vez este ano dentro do "lar" que ali construíram vai para quatro anos.

             Eram cerca de 16,30 horas quando entrei no Largo Capitão Gaspar de Castro vindo de Viana do Castelo, quando me apercebi do casal dentro da enorme construção de paus e musgo que vem resistindo à inclemência do tempo, observando tranquilamente a área onde vêm nidificando. Por coincidência feliz tinha comigo a máquina fotográfica e pude colher, de imediato, as primeiras imagens de 2013 do sr. Lima e da sua companheira Dona Lala. Depois de se terem deixado fotografar para o doLethes, talvez já enfadadas por me verem tão perto, levantaram voo uma a seguir à outra e desapareceram no céu fechado de nuvens.



            Como algumas vezes aqui já divulguei, o casal de cegonhas-brancas criou três filhotes no primeiro ano, quatro no segundo e dois no último ano. Com a crise que grassa por aí, inclusive na redução do número de filhos por casal, fico curioso por saber o que a natureza reserva para esta simpática família que elegeu Lanheses como terra da sua predilecção.



Sem comentários:

Enviar um comentário