sábado, 5 de janeiro de 2013

A DANÇA DAS MIL MÃOS.




          De entre muitos e-mails que recebo diariamente, remetidos por amigos ou, em alguns casos, por pessoas de quem só conheço o nome e o endereço electrónico, alguns há que me impressionam pela beleza e arte dos intervenientes e pelos efeitos extraordinários que conseguem atingir. É o caso deste que não resisti a partilhar aqui no doLethes, chamando a atenção para a nota de roda pé onde são acrescentados pormenores sobre estas portentosas artistas que o executaram.



"Dança das mil mãos Guanyin. Os interpretes são todos surdos. Pertencem à Escola das Belas Artes de Pequim.
São guiados por sinais enviados por quatro guias colocados nos quatro ângulos da cena. A "leader", Tai Lihua tem 29 anos e é graduada do Hubei Fine Arts Institute.
Com um ecrã normal é perfeito. O grande ecrã é extraordinário mas pode haver interrupções. Experimentar !"
 

Sem comentários:

Enviar um comentário