terça-feira, 15 de março de 2016

JAPONEIRA NO LARGO DA FEIRA.

            

                A plantação de um árvore é um ato muito comum em cerimónias públicas oficiais mas também uma atitude natural das entidades a quem está confiada a incumbência de zelar e prover ao bem da comunidade cuja tutela lhes foi confiada no que concerne ao ambiente e ao embelezamento dos espaços mais procurados ou expostos à curiosidade das pessoas.  Hoje, terça feira dia 15 de Março de 2016, cerca das 11:00h, tive a oportunidade de assistir à plantação de uma das muitas espécies de japoneira no recanto nascente do Largo capitão Gaspar de Castro, a "sala de visitas" da freguesia de Lanheses, onde recentemente foi removida outra planta cuja ramagem densa e baixa colidia com a necessária visibilidade do trânsito automóvel no local. 

          Nada aconteceu de extraordinário para que a primeira japoneira que o Largo da Feira passou a ter a partir de agora tivesse sido plantada. A divulgação serve principalmente como registo para o porvir, prevendo-se (e confiando) que a árvore irá crescer durante muitos anos, florirá com belas flores para gáudio de lanhesenses e forasteiros e tornar-se-à uma referência de encontros e (quiçá) de evocação histórica.

         As mãos e os braços da Piedade e do João, trabalhadores da Junta, ocuparam-se em arranjar-lhe o berço. Eu, gostei de testemunhar.



FOTOS: doLETHES
Remígio Costa
         

Sem comentários:

Enviar um comentário