sábado, 10 de setembro de 2011

PRESTES A ENCERRAR O CICLO DE FESTAS NO VALE DO LIMA.



Picture
               Com as Feiras Novas a decorrer este fim de semana em Ponte de Lima, antecipadas em uma semana no seu calendário tradicional, fecha o ciclo das festividades mais concorridas da Ribeira Lima. Lanheses, Boa Morte, Senhor da Saúde, Vila Franca, Meadela, Santa Marta de Portuzelo e a "romaria das romarias" da Senhor d'Agonia, em Viana do Castelo, são apenas algumas das dezenas de celebrações que a tradição popular não deixa de cumprir desde tempos ancestrais.

            O cariz eminentemente popular das festas que estão a decorrer na "vila mais antiga de Portugal", que recusa aceder ao estatuto de cidade embora satisfaça todos os requisitos para o efeito, levam "à Vila", como é popularmente chamada pelos habitantes das freguesias pertencentes ao Concelho, milhares de visitantes de dentro e de fora do país e, em grande número, do norte da Galiza, atraídos pelo casticismo das suas pecularidades, gastronomia e beleza paisagista incomparáveis.


            As concertinas às centenas, os cantares ao desafio, os concursos hípicos, o folclore, a feira tradicional, os fogos de artifício nocturnos e o grande parque de diversões, a par das tendas onde se serve o bacalhau assado na brasa e o bom carrascão verde da região e, no último dia (segunda-feira), a procissão religiosa, constituem um leque de eventos irresistíveis para os apreciadores que ali acorrem.


            Em conversas de que hoje tive conhecimento a adesão do público às festividades é maciça, apesar da chuva que caiu nesta região desde ontem à noite, iludindo deste modo a existência da crise social e económica que o país vive.

  

Sem comentários:

Enviar um comentário