quinta-feira, 8 de setembro de 2011

PERIGO NA ESTRADA: CÃO A CONDUZIR!

            A idade é inexorável quanto à redução de determinadas faculdades entre as quais se contam o reflexo e a agilidade, necessários a uma condução segura na estrada que minimize os riscos de acidente resultantes do comportamento humano dos condutores de veículos.

            Ainda que goze de condições bastantes que me permitem manter o direito de conduzir sem risco acrescido pela idade, não estando a prever a curto prazo alternativa para uma futura desistência do uso da carta de condução, seja por vontade própria ou por imposição legal, julgo poder encarar aquela possibilidade com tranquilidade na medida em que posso ter encontrado um chauffeur particular.

            Reparem, pois, na fotografia abaixo e vejam o atrevimento do rafeiro de mãos, quero dizer, de patas em cima do volante, mais concentradíssimo do que o Futre num metting de empresários ou o campeão Michael Schumacher na poule position de uma corrida da Fórmula 1.



         

18 comentários:

  1. Este cachorro, se é o que eu penso ser, só lhe falta falar...parece um doutor!

    Fantástico

    Sérgio Moreira

    ResponderEliminar
  2. E o cachorro é dono do carro?
    HIHIHIHIHI

    ResponderEliminar
  3. anónimo das 12:49

    Este não é, coitado. Ainda não "arranjou" dinheiro, ou crédito, como muitos de duas patas que andam por aí...

    Este até tem nome.

    Remígio Costa.

    ResponderEliminar
  4. P'ra Cao nao esta mal!!!!

    ResponderEliminar
  5. Este blog ja bateu no fundo! Mais palhacada que a que temos visto so aqui e no espaco verde...nao insista trate de assuntos serios da freguesia, por favor! Caes ha muitos sr Costa. Mas isto sera da sua idade?

    ResponderEliminar
  6. Lamentável, de facto, o comentário do anónimo das 08:21...a roçar o insultuoso. É de louvar que uma pessoa com a idade do Sr. Remígio, apresente a lucidez e jovialidade que apresenta, diáriamente! Não entendo o porquê deste comentário e além do mais um blogue é um espaço de autor, onde o próprio publicita aquilo que muito bem entender!

    Quem não estiver de acordo, crie o seu próprio blogue e fale então de assuntos sérios!

    Sérgio Moreira

    ResponderEliminar
  7. O sr moreira nao se meta ... um blog e muito mais que pessoal...basta ser publico para ter que aceitar comentarios. Insultuosos como? Fui eu que dei o nome ao cao? sr. moreira o seu bla, bla nao aquece nem me arrefece.
    Os meus respeitosos cumprimentos.

    ResponderEliminar
  8. Sr. Moreira sera que o Senhor tambem esta a espera que o mar arda para comer peixe frito?!!!

    ResponderEliminar
  9. Acho, que quando se refere ao e, passo a citar - "será da sua idade" e o também "já bateu no fundo", pela depreensão que podemos tirar dessas afirmações, mosta um pouco falta de respeito pela pessoa visada. O anonimato é uma arma terrorista! E nem sequer falei no nome do cachorro...

    Ainda bem que o meu bla, bla nem o aqueceu e tão pouco o arrefeceu! Mas como diz e muito bem, o blogue é público, por isso também me posso meter...

    Sérgio Moreira

    ResponderEliminar
  10. Sr. Moreira quando me refiri "sera da idade" nao foi ou nao e no sentido depreciativo mas creia, foi a pensar na idade que o Sr. Costa tem (75) isso pode acontecer a min tambem. O anonimato e o direito que este sistema nos garante. Eu gostaria como Lanhesense descutir coisa mais serias como sempre fui habituado. Lanheses percisa de homens como o Sr.(Acredito que e de Lanheses) Como o Sr. Costa e outros. Como conheco bem as suas (Do Sr.Costa) capacidades intletuais fico ou fiquei admirado com assuntos que ele, por vezes aborda! Bem resta-me pedir desculpa, entao a Si e a Ele (Sr Costa) nao
    abdicando de mesmo no aonimato dizer o que sinto.
    PS: Quem disse que o cachorro se chamava-Rmigio Costa foi ele e foi com isso que eu duvidei que alguma coisa se passari com ele mentalmente. Ainda bem que nao!
    Sr. Sergio Moreira aceite, por favor, os meus respeitoso cumprimentos.

    ResponderEliminar
  11. Caro anónimo, não me peça desculpa por transmitir as suas opiniões, porque aliás, eu nem sou Deus e dizem que só a Ele devemos pedir perdão, mesmo que não acredite muito nisso. Acredito sim, que tenha vontade de debater os problemas da nossa freguesia e tenho pena que para isso mantenha o anonimato, mesmo que esse direito o assista, pois creio que sabendo quem o Sr. é e dando a cara, é mais fácil encetar diálogos constructivos em prol do progresso da nossa aldeia, do que, como neste caso, nem sabermos com quem realmente estamos a dialogar.

    Imagine a seguinte situação, estamos ambos numa esplanada em Lanheses a tomar café, o caro anónimo sabe quem eu sou mas, eu não faço a mínima ideia que o Sr. sentado a meu lado é o mesmo com quem troquei palavras num blogue. Nesse caso se ambos soubéssemos quem eramos, seria muito mais positivo dialogar pessoalmente e debater ideias, ao contrário de estarmos virtualmente a debatê-las! Para isso serve a Internet, como base conductora de uma aproximação fisica, seja em matéria concordante ou discordante, até!

    Presumo que tenderá a concordar comigo.

    Abraço respeitoso para si.

    Sérgio Moreira

    ResponderEliminar
  12. Anónimo:

    Tem razão, este post não tem qualquer interesse. Não lha peço, mas deve ter uma explicação para o facto de já serem DOZE os comentários que ele já mereceu.

    Se valesse a pena, eu apontar-lhe-ia aqui alguns reparos que, se bem os lesse, talvez lhe pudessem ser úteis. Há, porém, um que não devo deixar de lhe apontar, pois, revendo com o cuidado que as pessoas idosas de bom censo costumam usar, em algum sítio vejo que tivesse eu escrito o nome do podengo que fotografei empoleirado ao volante da viatura.

    Recomendo-lhe, pois, a maçada de voltar a ler o que está escrito no meu comentário do dia 9, das 13:42, se for este o causador do seu equívoco, e não terá dificuldade, estou certo, que, se ainda se recorda do valor da pontuação num texto, que no meu tempo se costumava aprender na escola primária,logo na segunda classe, verificará que tem lá um pontinho no final do último parágrafo.

    Se tem seguido, como julgo, os comentários que faço quando entendo útil e necessário, há-de lembrar-se de que, quando eles respeitam aos que aqui deixo entrar sob anonimato, faço questão de inscrever o meu nome no fim, enfatizando, quiçá, o conceito que tenho de não furtar o meu nome a tudo o que faço.

    Não se preocupe em prolongar ainda mais este assunto menor. Afinal, deve ter muito onde ocupar melhor o seu tempo e, certeza das certezas, não sabe se ainda dispõe de tempo para acabar tudo o que gostaria. Assim como assim, sabemos os anos que já gastamos da vida, mas nunca saberemos quantos cada um de nós ainda terá até chegar o último dia...

    Tenha muitas e boas semanas pela frente.

    Remigio Costa.

    ResponderEliminar
  13. Sr. Costa tem rezao. Peco desculpa eu nunca aprendi tudo e so sei que pouco sei nada aquilo que gostaria de aprender. Mas, contudo ja o tenho engrandecido mesmo no annimato! Um Abraco

    ResponderEliminar
  14. Ex.mo Sr. Sergio Moreira obrigado pelas consideracoes. Um dia vamo-nos encontrar, como dis, numa explanada do cafe em Lanheses. Neste momento encontro-me em Londres, penso em estar em Lanheses la para Janeiro. Prometo-lhe encontra-me consigo.Um Abraco

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  16. Esclarecimento:

    Ao contrário do que pensava ter feito, a mensagem agora removida não foi eliminada como era minha intenção fazer, dado o baixo nível do seu teor, e acabou por aparecer, indesejavelmente.

    Apesar do anonimato dos comentadores reduzir a nada o tom insultuoso com que intentam impor os seus princípios e ideias, podem ter a certeza de que laboram em erro se estão à espera que eu seja o carro do lixo da Câmara.

    Remígio Costa.

    ResponderEliminar
  17. Parabens Sr. Remigio Costa

    ResponderEliminar