quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

OH, MOLEIRINHA, QUÃO SABOROSO ERA O PÃO DA TUA FARINHA!

               "Toque, toque, toque, pela estrada fora...", vem a Moleirinha tangendo o burrico que, num trote miudinho tão certo e engraçadinho, segue chieirento e compenetrado nos seus calados pensamentos levando no dorso a farinha leve e branca saída da mó do velho moinho. Guerra Junqueiro, o Poeta ignorado, imortalizou de forma sublime e perfeita a figura da moleira tangendo um burrico com os sacos do milho e da farinha e, Maria de Lourdes Resende, uma cantora extraordinária, emprestou-lhe a sua voz cristalina que confere à beleza dos versos  a autenticidade que o retrato merecia. 
           
              Mais uma evocação das coisas belas de um passado que só o é no calendário do tempo pois a essência das coisas belas perdurará para sempre.




Sem comentários:

Enviar um comentário