segunda-feira, 21 de outubro de 2013

O ÁGUA-ARRIBA E A SUA MANUTENÇÃO.



Toda gente aplaude, gosta da festa, elogia. Mas, quando a euforia  acaba e cada um vai à sua vida, há outros que continuam persistentemente a zelar pelos bens que criaram e a assegurar a sua manutenção e funcionalidade, a bem da comunidade.

É o caso da réplica do barco água-arriba "LANHEZES", cuja manutenção e cuidados que requer constituem uma preocupação quase diária, constituindo uma tarefa  absorvente de que voluntariamente se vem encarregando o seu construtor Caninhas.

Com efeito, a embarcação fundeada junto à margem do Lima no sítio da Passagem, requer uma atenção muito assídua, diária se possível, para vigiar a manutenção da estabilidade de condições de navegação e os inevitáveis actos de vandalismo. É indispensável manter a impermeabilidade do casco, havendo que calafetar fendas de dilatação da madeira e proceder à restauração da pintura que facilmente se deteriora. Nesta fase de muita chuva, é forçoso esvaziar a água que se deposita no fundo da embarcação para evitar que ela submirja.

A foto acima divulgada mostra uma fase dos trabalhos de manutenção do água-arriba perto da ponte de Lanheses, de que se encarrega o Manuel João Castro Franco da Rocha, mais conhecido por Caninhas.

(Foto de cortesia de DP)







5 comentários:

  1. pois è o que muita gente ignora o trabalho que isso dà; eu posso dizer porque assito muitas vezes: um amigo

    ResponderEliminar
  2. É a obra que fica da antiga junta!
    A manutenção dos brinquedos de uma minoria, paga por todos.

    Como vimos, pelos XV pontos levantados pelo Sr. Remigio, havia muito para fazer. Preferiram rebentar o dinheiro em remodelação de largos (curioso haver um doutor do PSD vizinho de cada obra), alargamento da rua da igreja (para o publico da procissão) e espectáculos com lotação de oitenta lugares. (que quando são do conhecimento público, estão praticamente esgotados pelos amigos do costume.)

    Anónimo.

    ResponderEliminar
  3. A dor de cotovelo é muito grande anónimo das 00.23...
    Dá para ver tão bem que és daqueles que ainda não fez nada pela freguesia e só está bem a criticar o que os outros fazem...
    Parece que não vês muito bem...
    Põe a mão na consciência e assume-te com o teu nome e aparece nos locais para debater os problemas...
    Pedro

    ResponderEliminar
  4. Pedro,

    eu estou no local certo para debater os problemas.
    É este o único local onde posso apontar os problemas, e continuar a passear-me pela freguesia sem me olharem de lado. (Assim observo melhor).

    O Pedro é que não acrescentou nada ao debate.

    Anónimo.

    ResponderEliminar
  5. continua o mesmo ignorante de sempre. só que agora não assina. quando se lembrar e achar por bem lá põe o nome por baixo. "quem não faça, quem tente nada deixar fazer, quem tenha inveja já existe alguns em Lanheses". por tudo isto é bom que ele fique bem longe porque com estas dores nos cotovelos Lanheses vai aguentando. da silva

    ResponderEliminar