domingo, 1 de junho de 2014

NA FESTA DO SANTO AMIGO DOS ANIMAIS.



ANIMAIS, NOSSOS COMPANHEIROS NA NATUREZA.

Fui a voar a Santo Antão
À capelinha rezar
Em cima de um Dragão
Para o Santo abençoar.

                                         Nunca ali se tinha visto
                                         Tão bizarro exemplar:
                                         -Mas, então, o que é isto
                                         Que nos veio espantar?

Sai da boca do Dragão
Uma forte labareda;
Mas não houve confusão
Toda a gente ficou queda.

                                         Vendo que o ser era pacífico
                                         E estava ali por bem
                                         Esqueceram logo o atrito
                                         E tudo acabou em bem.

Sejam de carne e osso,
Com penas ou pêlo no corpo,
Gordos e sem pescoço,
Corpo direito ou torto,
De duas ou quatro as patas,
Com as cores do arco iris,
Descalços ou de gravatas
E modos de existir,
Há só uma certeza
A que ninguém pode fugir:
Estamos juntos na Natureza
Até o Senhor decidir.


2014.06.01



Sem comentários:

Enviar um comentário