sábado, 5 de maio de 2012

FESTA DE SANTO ANTÃO ABADE.





                 Era assim que em criança chamávamos à festa: Santo Antão Abade. Quarenta dias depois da Páscoa -da Páscoa à Ascenção quarenta dias vão- sempre a uma quinta-feira na capelinha do Alto de Santo Antão onde se venera o santo que nasceu em Comã,  Itália, herdeiro de uma fortuna que distribuiu pelos pobres para se dedicar à difusão da vida monástica e à pregação da palavra de Deus, gente vinda de todo o lado conduzindo os seus animais domésticos alindados com fitas multicolores, flores e verdes, fartos, escovados e luzidios, conduzidos à soga por moças chieirentas  vestidas com os trajes tradicionais do Minho ou pelos lavradores seus donos, rodavam à volta do pequenino templo para se concentrarem no espaço envolvente para receber a benção especial dos animais e pedir a protecção do orago.

               A cerimónia do içar da bandeira deveria ter ocorrido na passada quinta-feira ao som do estalejar dos foguetes, mas, no respeito pelo luto de uma família local, o acto formal vai decorrer no próximo domingo, pelas 12 horas. Depois, entre os dias 17 a 20 deste mês, com o programa que consta do cartaz aqui inserido terá lugar a simpática festividade, que um grupo pequeno de jovens bairristas tem vindo a organizar numa atitude que merece de todos o maior apoio e colaboração, bem merecendo que alguém se disponha a garantir no futuro a continuação desta tradição popular e religiosa com muito significado na nossa freguesia. Afinal, até o seu custo se compatibiliza com a crise que vivemos no país...

3 comentários:

  1. A festa da nossa terra, meu caro amigo Remigio, la estavamos sempre quando criancas, aos tremocos da "Tia Rita" e comer um chupa-chupa!
    Cabrito ja nao digo, nao havia dinheiro que sobrasse... era isto..e umas voltas a ver as "mocas' sempre alegres.Bom..aproveita e come por mim uma "pecinha" na "Tia Clara"...de cabrito.
    Para ti um abraco do amigo-Horacio

    ResponderEliminar
  2. pois é, tenho que vir outra vez para o sarapatel. david pereira

    ResponderEliminar
  3. ok. entendido!estou a perceber!bem haja por ter aparecido!só não percebe quem for cego!josé oliveira

    ResponderEliminar