sexta-feira, 18 de maio de 2012

FALECIMENTO.

           

            MARIA DA CONCEIÇÃO FERNANDES DE CASTRO, também conhecida por Maria da Escola e Tia Seiça, viúva de João dos Prazeres Lima, de 89 anos de idade, faleceu esta madrugada, dia 18 de Maio, vítima de doença.

            O funeral desta nossa conterrânea está marcado para o próximo domingo dia 20 de Maio, pelas 08 horas da manhã, saindo o corpo em cortejo fúnebre da capela de Nossa Senhora da Esperança onde agora está exposto em câmara ardente para a Igreja Paroquial desta freguesia onde será celebrada uma missa de corpo presente, finda a qual irá a sepultar no cemitério desta freguesia.


            A Dª Maria exerceu durante muitos anos funções de auxiliar na antiga Escola Primária de Lanheses, deixando nas gerações que por ali passaram nesse período de tempo uma marca inapagável de disponibilidade e carinho só comparável aos que uma verdadeira mãe dedica aos seus filhos.


            Descansa em paz, Maria da escola.


           

3 comentários:

  1. Elvira Soares, Rosa Soares e Manuel Soares19 de maio de 2012 às 09:15

    Um muito obrigada à Tia Maria Da Escola por todo o carinho e amor que noutros tempos dedicou às crianças dessas gerações, fazendo parte delas os meus pais.
    Com eterna saudade. Será sempre recorada nos nossos corações.
    Elvira Soares e Pais

    ResponderEliminar
  2. paz a sua alma. obrigado tia maria da escola pelo bem que me fez na escola primaria. muita sopa comi feita por si, e sempre me fiz olhar para frente grande amiga. os meus pesames a familia domingos vale frança

    ResponderEliminar
  3. Sou da geração que conviveu com a Tia Maria da Escola. É com muito pesar que vemos agora desaparecer essa fantástica mulher, que sózinha e à custa de muito trabalho, dava assistência às numerosas turmas, que nessa época existiam, na escola primária. Está bem presente na nossa memória, quando era solicitada para encher os tinteiros de tinta que estavam enbutidos nas carteira. Sempre sorridente, esta mulher era incansável, e mantinha a escola impecável, fazendo tudo practicamente sózinha. Contrastando com a sua serenidade, o seu filho Alberto(que é da minha idade) era por nós admirado nessa altura, por desafiar a ordem e o respeito que o Estado Novo "exigia" aos professores e alunos durante as aulas. Para o "Berto da Maria da escola", meu amigo, para o seu irmão Eurico, assim como todos os membros da familia, envio daqui os meus sentidos pêsames.
    E a minha homenagem a essa grande mulher que foi a "Tia Maria da Escola", que nunca esqueceremos.
    Amaro Rocha

    ResponderEliminar