terça-feira, 22 de maio de 2012

TUDO IGUAL, TODOS DIFERENTES.

-














                            Já passou uma década sobre a data a que estas fotografias se reportam. Muitas coisas mudaram desde então, só a capelinha e Santo Antão (e a veneração dos fieis) continuam a resistir à inexorabilidade das leis do tempo. 

                        Nunca mais estes momentos se vão repetir. Nada fica igual a cada minuto que passa.

(Fotos do arquivo pessoal de Amaro Rocha, que gentilmente as cedeu para partilhar com os visitantes do doLethes, o que, mais uma vez agradeço, penhoradamente)


3 comentários:

  1. muito imocionante ver estas fotos pois ha algumas pessoas que jà nao fazem parte dos vivos contei dez pelo menos que descamçeem paz

    ResponderEliminar
  2. Alguns dos que estão nestas fotos já não se encontram no mundo dos vivos, mas continuam no coração de quem com eles privou, é sempre bom recordar.

    ResponderEliminar
  3. É sempre vão recordar estas imagens, e ver como o tempo passa.

    ResponderEliminar