segunda-feira, 3 de abril de 2017

A "MINHA" CORREDOURA ESTÁ REJUVENESCIDA E LINDA.

        


      Está cada dia mais rejuvenescida e linda, a "minha" Corredoura. "Moram" lá as minhas recordações de infância e da adolescência, da minha numerosa família, dos meus companheiros de brincadeiras, das minhas tropelias e grandes confrontos de futebol no Largo das Carvalheiras (na Corredoura , pois claro, onde noutro sítio poderia estar?). Quando lá vou, é como se fizesse uma digressão ao passado, uma visita às pessoas que conheci e já partiram, um mitigar de ausências queridas e irrecuperáveis.

        Estando mais formoso e modernizado faltam à Corredoura, para ser perfeito, o bulício d'outrora: não se veem crianças, raramente uma pessoa fora das casas. Sobra silêncio e espaço e viaturas desocupadas arrimadas sob a copa das velhas oliveiras centenárias, e a passar apressadas na estrada de asfalto, onde antes estava o macadame, irregular e esburacado, viaturas automóveis e tratores barulhentos.   

        Mas, conforta uma ida à Corredoura.

   
Foto: doLethes
Remígio Costa      


   
 

Sem comentários:

Enviar um comentário