segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

NÃO VOU PARA O FUTURO SENTADO!

                                                         (Ver em ecrã total)

(Juro que não é "tanga": eu gosto mesmo de TANGO. E , vê-lo dançado assim, fico mesmo fora de mim. Chega-te a mim, assim. Tlim, é o som da minha taça de champanhe a juntar-se à tua para celebrar, contigo, a chegada de 2013).

Façam tudo, mas tudo mesmo, para serem MUITO FELIZES! Vemo-nos para o ano, queira DEUS.
                        

                     Pelas palavras e afirmações de apreço que tenho recebido não só dos amigos com quem convivo diariamente mas sobretudo dos nossos conterrâneos dispersos pelos quatro cantos da Terra, manifestadas pessoalmente ou pelos contactos disponibilizados pela tecnologia moderna, vou tomando consciência da responsabilidade que é assegurar a manutenção do doLethes  num nível de exigência e de qualidade que os seus visitantes procuram e esperam vir aqui encontrar.

                       Não foi fácil ao longo do ano que hoje termina fazer com que o blogue mantivesse uma regularidade de publicações que pudessem interessar ao maior número possível de visitantes. Por um lado, contrariando o consenso quase generalizado de que os idosos são todos desocupados e imprestáveis e passam o dia a ver televisão ou a dormir, que não se interessam pelo que se passa à sua volta e adoram que os deixem em paz ainda mais do que se empanturrarem de bolos, eu, sendo idoso no limiar da quarta idade, não disponho de tanto tempo quanto isso para poder fazer o que quero e mais gosto; por outro, Lanheses tem uma actividade sócio-cultural bastante limitada apesar de não ter à sua volta quem a possua em mais elevado patamar, de que resultem motivos para serem publicitados e divulgados.

                      Mas, vamos caminhando. Sempre em frente, de preferência. O passado é História, hoje, já passou. Amanhã, principia um novo ano. Amanhã, é o futuro. Eu, quero estar lá, a andar!

                     Convosco.

                     Feliz Ano Novo.

2 comentários:

  1. Meu Caro Remigio Costa, acabo de ler o teu brilhante artigo,onde demonstras a tua veia jornalistica, que aliaz, sempre tivestes! Estou contigo como sempre, mas agora ainda mais nesta "recta final" procurando como dizes, ser util ao proximo. E o que tu estas a fazer, ajudar-me a mim e a todos que nos encontramos ausentes,por motivos vario,a esperar pelo regresso e, que alegria sera envelhecer com aqueles que nos acompanharam nos "verdes anos" . Com os pros e contras nunca nos ficou para traz tudo aquilo que nos continua manter unidos, por a distancia,pelas recordacoes pela saudade do passado que na memoria parece ter sido ontem!Contudo, nem eu, nem todos aqueles que esperam todos os dias pelas to noticias,e que sei bem nao ser tao facil como parece,estamos agradecidos com esta ligacao que establaces-te entre nos Lanhesesenses e a terra que nos viu nascer e crescer.Contigo estarei no futuro! Agora resta-me com um abraco e um muito obrigado por tudo que estas a fazer por todos nos "os ausentes"
    Um Abraco (New YorK)

    ResponderEliminar
  2. Um feliz ano 2O13 para o Sr.Remigio e toda a sua familia e um muito obrigado de França onde abrimos o Dolethes quase todos os dias, para saber novas da nossa terra. Continue como até aqui tem feito e ficar-lhe-emos imensamente gratos.
    Bem-haja e felicidades.

    ResponderEliminar