quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

LUZES DE NATAL NA NOITE DE LANHESES.

 Na Taboneira:

           

                    São cada vez mais os lares de Lanheses que, nesta quadra festiva de Natal, instalam nas suas moradias e nas árvores dos jardins anexos, as populares luzes multicolores e intermitentes conferindo à negritude das noites sem luar destas festividades um significado e uma mensagem bastante elucidativa.

              Na maior parte dos casas as iluminações são muito simples restringindo-se à serpentina enrolada na pequena árvore ou arbusto à entrada do recinto. Num ou outro prédio as iluminações são mais exuberantes não atingindo, porém, as proporções de outras que acontecem em algumas zonas do país e que fazem a delícia dos órgãos de comunicação social e fazem convergir para aí milhares de visitantes para as contemplar.

 Na Rocha:


             O Natal não perde com esta exteriorização de algum exibicionismo ingénuo e de sujeição às leis do consumo, o seu carácter íntimo e tradicional de festa vivida em comunhão da família dentro de portas próprios da região minhota. O presépio e o pinheirinho, bem como as ornamentações e o azevinho dos enfeites são os primeiros a ser colocados a partir dos primeiros dias de Dezembro.


            Na zona industrial é sempre assim...

               Para dar uma perspectiva do que é nesta altura a noite na nossa freguesia, fiz  uma pequena  incursão por alguns dos nossos lugares sem qualquer critério de escolha, colhendo algumas fotografias de  iluminações que se estavam ligadas na ocasião.

No Barreiro:




             
No Largo Capitão Gaspar de Castro (Largo da Feira)

Na Agra:


Sem comentários:

Enviar um comentário