sexta-feira, 29 de julho de 2011

HOJE, É TUDO POR MINHA CONTA!



              Gostaram? Divertiram-se? Sim? Então, voltem a trás e repitam: uma, duas, três, as vezes que quiserem, até cansar. Quero ver felizes todos os meus amigos que hoje por cá passarem e, os que o intentaram mas não puderam, da mesma forma.

               É o meu dia: estão por minha conta, guardados no meu coração.

              PS. Oferta especial para as jovens senhoras da minha geração: uma  flor e um poema de Eugénio da Andrade. Com o máximo respeito, como diria "o outro".

 




(Eugénio da Andrade)

 


Essa mulher, a doce melancolia
dos seus ombros, canta.
O rumor
da sua voz entra-me pelo sono,
é muito antigo.
Traz o cheiro acidulado
da minha infância chapinhada ao sol.
O corpo leve quase de vidro.
                           
                   

3 comentários:

  1. Parabens, Sr. Remigio! Grande abraco.

    ResponderEliminar
  2. Os meus sinceros Parabéns e votos para que essa jovialidade tão característica nunca desapareça!

    Aquele abraço amigo!

    Sérgio Moreira

    ResponderEliminar
  3. ola sr,REMIGIO,espero k passe um dia muito feliz,muitos parabens, sao os votos deste amigo,ZE MANEL (igo)

    ResponderEliminar