sábado, 3 de junho de 2017

AUTO DE FÉ NO TRIBUNAL DA INQUISIÇÃO EM VEROSÍMEL REPOSIÇÃO NO EVENTO RENASCENTISTA.

(Fotos: ampliar para ver em pormenor)


                                                 MORTE PELA FOGUEIRA                                


              Do recheado e bem composto leque de números culturais e recreativos que constam do Evento Renascentista, a decorrer desde ontem na sede do Agrupamento Escolar de Arga e Lima, na freguesia de Lanheses, releva o que esta tarde se concretizou pela teatralizando de um Auto de Fé em Tribunal da Inquisição, no desenvolvimento do qual o mesmo condenou à morte na fogueira, por crimes de apostasia e práticas de feitiçaria três vítimas. O "tribunal" reuniu em espaço livre perante um ajuntamento de gente do povo, tendo sido o édito da sentença proclamado de viva voz por um arauto tornando públicos os nomes dos machos e da fêmea condenados, os atos praticados por cada um deles contra a fé da Igreja cristã e o modo de expiar os sacrilégios por eles praticados. 

   

    Lida a sentença foram de imediato simbolicamente incendiados três bonecos em formato humano construídas com palha, os quais rapidamente foram convertidos em cinza, perante o lancinante choro de carpideiras e parentes das vítimas, perante a vista de assistentes atónitos e compungidos alguns. 

   As fotografias anexas podem ajudar a completar a trágica cena dos Tribunais da Inquisição, hoje excelentemente reproduzida por estudantes e professores do Agrupamento.

   El-Rei D. Manuel I e a Rainha D.ª Leonor, que ontem chegaram de visita ao Evento, já estão em viagem de regresso à Corte.




                              PRELIMINARES








                           O MEIRINHO
                                       


            PROCISSÃO DA INQUISIÇÃO

                                        EXPETATIVA
                                               


                                                   






















                              O JULGAMENTO








              
             CONDENAÇÃO À FOGUEIRA














Fotos: doLethes
Remígio Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário