quinta-feira, 1 de junho de 2017

ATO DE LEVANTAMENTO DO "ARCO FESTIVO" DA ROMARIA DE Nª. Sªª. DA ENCARNAÇÃO, EM VILA MOU.

 
      Ocorreu ontem, quarta feira dia 31 de maio, pelas 20:00 horas, com sucesso e a presença de muitos curiosos, o ato de levantamento do artístico  "Arco Festivo", que se converteu num ícon da importante Romaria de Nossa Senhora da Encarnação e da própria freguesia de Vila Mou (Viana do Castelo) onde ela está a decorrer até à próxima segunda feira dia 5, dia da realização da imponente procissão, o ponto alto das tradicionais e concorridas festas vilamuenses. 

  Numa tarde tépida e convidativa, muitas pessoas naturais e residentes na freguesia bem com aqueles que exercem atividade no estrangeiro e expressamente se deslocaram para participar nos festejos e bastantes forasteiros, ocorreram ao alindado recinto com antecedência bastante para assistirem ao acabamento do arco, onde mulheres revestiam de bucho e flores as varas da estrutura e os homens colocavam os últimos pregos nos arranjos  filigranados em verga característicos do arco.







  O início dos trabalhos foi objeto de reportagem de uma equipa do Porto Canal, a passar nos noticiários de hoje, tendo ainda comparecido no local o presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa, bem como representantes de edilidades  locais, designadamente Filipe Costa, da União de Freguesias de Vila Mou e Torre.

  Para o levantamento foi utilizada uma grua de um camião basculante, tendo a operação decorrido em breves minutos em completa segurança. Noutros tempos, esta operação era feita braçalmente por vários homens, os quais, com a ajuda de cordas e a força de tratores (falou-se também no recurso a juntas de bois para ajudar a puxar as amarras mas não confirmei a veracidade do pormenor com alguém bastante idoso que o recordasse), sendo então a operação bastante mais arriscada e suscetível de provocar acidentes.



   A criação do "Arco Festivo" deve-se a Manuel Rodrigues da Pedreira, natural de freguesia, muito ativo nas múltiplas capacidades que possuía quer como artesão quer como construtor civil, cujo mérito está patenteado num padrão com a sua efígie ao lado da Avenida ao Arco Festivo numa merecida homenagem que a comunidade de Vila Mou achou por merecida lhe atribuir.

                               A PREPARAÇÃO



























               O LEVANTAMENTO

















Fotos: doLethes
Remígio Costa  

Sem comentários:

Enviar um comentário