terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

SARDÕES DAS MOITAS APANHAM SOL À PORTA DO "CONDONÍNIO", NAS MOITAS. (Rio Lima, Lanheses)

   


 Estes dois últimos dias de sol a bater nas pedras sobrepostas sem liga que formam o antigo muro de suporte da margem do rio Lima, aqueceram os blocos graníticos propiciando aos habituais "inquilinos" sardões condições de alta qualidade para ativar e elevar a temperatura do corpo. Dissimulados como camaleões pelas silvas e alguma vegetação verde que cobre a parede, os desconfiados e cautelosos animais tentam manter-se na privacidade do habitat, regaladamente expostos aos raios solares nos blocos aquecidos. Surpreendi dois adultos de tamanho razoável e apercebi-me da existência de alguns mais pelo ruído das folhas e agitação dos arbustos na fuga para o esconderijo. 

  A biologia ensina que existem várias espécies de lagartos. Mais felizes uns, outros nem tanto... 

  

Foto: doLethes
Remígio Costa.

Sem comentários:

Enviar um comentário