sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

CEGONHAS BRANCAS CONTESTAM DESPEJO!

  
    O casal de cegonhas brancas desalojado da chaminé do edifício da antiga casa do povo na Rua de Santa Eulália (Largo Capitão Gaspar de Castro), em Lanheses, Viana do Castelo, onde nidificaram sete anos consecutivos dando à Natureza mais de duas dúzias de aves, dão sinais inequívocos de contestação pelo despejo unilateral que sofreram, insistindo em reocupar o sítio não obstante os dois engenhos metálicos que lá se encontram colocados. Cerca das 13:00 horas de hoje, sábado dia 23, as aves abandonaram, talvez temporariamente, o cimo da palmeira onde ultimamente eram avistadas com bastante assiduidade dando, a entender que ali iriam permanecer para nidificar, regressaram ao anterior pouso como que numa ação deliberada de afirmação de direitos adquiridos e ali estiveram por tempo considerável a tratar de higiene pessoal e assinalando ruidosamente com o bater sonoro dos bicos a sua presença.


    As armadilhas colocadas na plataforma não deverão permitir a reposição do ninho dado o limitado espaço disponível e a natureza dos aparelhos lá colocados cujas finas hélices que possuem rodam acionadas pelo vento o que deve incomodar os animais. Contudo, esta atitude quase humana do simpático casal Dona Lala e Sr. Lima em fazer valer os seus direitos naturais, pode representar, além de um ato de contestação e inconformismo perante a situação a que estão alheios, uma tentativa "pensada" para voltar a construir novo ninho naquele local, sabe-se lá com que arte e engenho. 

    A ver vamos.





Foto: doLethes
Remígio Costa 

Sem comentários:

Enviar um comentário