segunda-feira, 29 de julho de 2013

A FESTA TERMINOU, VIVA A FESTA!

          Antes de ser dado início à Procissão.


           O dia principal da Festa em Honra do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades foi preenchido com a Missa Solene realizada na Igreja Paroquial no período da manhã a que se seguiu a solene procissão, à tarde. Estes actos, de grande fervor religioso e que constituem a razão única da homenagem e devoção do povo católico de Lanheses (e não só) ao Senhor do Cruzeiro e das Necessidades, foram transmitidos em directo, via internete tendo suscitado o interesse de 50 visitantes na transmissão da Missa e de 365 na visualização da procissão.

        Cumprindo o programa estabelecido seguiu-se o desfile das mordomas e mordomos onde se integravam os tabuleiros destinados ao leilão tradicional, oferecidos por particulares e,  outros, resultantes de colectas por lugares, todos eles muito bem compostos de produtos caseiros e bens de consumo usuais, os quais, postos um a um à votação por lanços livres,  foram totalmente licitados por valores bastante significativos. Convém esclarecer que alguns são arrematados pelos próprios ofertantes, os quais têm algumas vezes de competir no leilão com falsos interessados que fazem propostas com o único propósito de espicaçar o dador e obrigá-lo a despender o maior valor possível. Ao que constava no final da arrematação este foi um dos melhores leilões dos últimos anos gabando-se a sua composição e o valor dos produtos que os formavam.

        Noite dentro e para fecho do arraial actuou num palco amovível um conjunto de música pop.

        Terminou a grande festa do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades de 2013, viva a festa do ano de 2014!.
                                            

                                                      A PROCISSÃO EM IMAGENS

                               (Aguardando...)





                  Os batedores...







                           A fanfarra...


                                        Os figurantes

























































































 O CORTEJO DOS TABULEIROS

                               (A Comissão das Festas)

 



















AS MORDOMAS.

























   PARA O ANO HÁ MAIS....


Sem comentários:

Enviar um comentário