quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

MAX, O MADEIRENSE IRREVERENTE.

     
 

              No tempo em que viveu, Max,  foi um cantor com grande número de admiradores quer pelas letras das canções que interpretava e mensagem que elas continham, quer pelo seu vincado sotaque madeirense e modo típico de as apresentar. Gostava de o ouvir (e ver na tv), especialmente na interpretação da "Mula da Cooperativa" cujo sucesso se estendeu de ponta a ponta de Portugal e insular.

Sem comentários:

Enviar um comentário