domingo, 24 de janeiro de 2016

CEGONHA BRANCA DE REGRESSO AO LAR.

           

              Há oito dias atrás um par de cegonhas brancas sobrevoou durante alguns minutos a zona urbana do Largo da Feira, sem pousar. Não é possível saber-se se se  tratava de aves jovens nascidas nos anos anteriores no ninho da chaminé da Rua de Santa Eulália (edifício da antiga casa do povo de Lanheses) ou de um outro novo casal de cegonhas em prospeção de local para se instalar. A ocorrência prenunciava o regresso para breve do casal "dono" da gigantesca obra de engenharia natural, que desafia vai para seis anos as leis do equilíbrio e os danos das intempéries, facto que ocorreu esta tarde com a "posse" de um elemento da família, quiçá, a fêmea D. Lala que, em todos os anos anteriores, sempre chegou primeiro que o companheiro sr. Lima pelo menos uma semana. Se o "velho" casal de cegonhas brancas não se separou por qualquer circunstância trágica ocasional, brevemente voltará a juntar-se para recompor as "instalações" e para procriar, cumprindo o ciclo natural da preservação da espécie.

             Em dia de eleição para encontrar um novo inquilino do palácio de Belém, Dona Lala volta ao seu por direito adquirido, sem precisar de segunda volta ou escrutínio popular.





 Fotos: doLethes

Sem comentários:

Enviar um comentário