segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

TIAGO SALAZAR, CONVIDADO PELA ESCOLA SECUNDÁRIA DE LANHESES (Viana do Castelo) PARA FALAR DOS SEUS LIVROS.

                                         TIAGO SALAZAR

            O escritor TIAGO SALAZAR esteve esta manhã no auditório da Escola Secundária EB 2,3/S, do Agrupamento de Escolas de Arga e Lima, em Lanheses (Viana do Castelo) a convite da Biblioteca Escolar e no âmbito da comemoração do 25º aniversário da criação da escola.

             A sessão foi muito participada com alunos dos cursos secundários e um grupo significativo de professores, tendo sido iniciada com breves palavras de agradecimento e boas-vindas ao convidado pelo diretor Manuel Agostinho Sousa Gomes, no seguimento das quais o escritor deu a conhecer à plateia alguns dados da sua biografia e referiu sucintamente episódios ocorridos na qualidade de viajante-andarilho por mais de cinquenta países até agora visitados, esclarecendo que o conhecido apelido de família tem que ver com Abel Salazar, de quem é parente e nada com a conhecida figura política portuguesa.

            Viria a seguir o período que verdadeiramente justificava a presença do autor no qual os estudantes presentes puderam interpelar e apresentar a Tiago Salazar questões que versavam o conteúdo dos seus livros, as viagens que lhe proporcionaram o contato e as experiências com povos e realidades diferentes, que enformam o conteúdo de algumas das suas obras e as peripécias mais marcantes vividas com pessoas e em locais que o enriqueceram e maravilharam, como viria a confirmar.


                      O escritor e o diretor da Escola
            

            Nas suas dissertações usou sempre uma linguagem adequada ao nível  da audiência que o ouvia, sem constrangimentos e em todo identificadora do seu modo de descrever o olhar das coisas e as pessoas que encontrou, evidentes no estilo usado na sua forma de escrever e descrever.

            Antes de passar à fase de autógrafos das obras vendidas dirigiu palavras muito amáveis pela beleza desta região e de Portugal e à gentileza com que foi tratado pelos responsáveis da Escola, realçando pormenores que viu e o sensibilizaram pelo que representam, tendo a sessão sido encerrada pelo diretor Agostinho Gomes e com a oferta de uma peça de cerâmica representando um coração de Viana elaborada na aula de cerâmica da Escola de Tecnologia e Gestão, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, por alunos da Academia Sénior quer ali está formada, entregue pela diretora da Biblioteca Escolar, Manuela Castro.


                                       Auditório

                                          Hermengildo Costa, professor


                              Tiago Salazar, ostenta o coração de Viana feito no atelier de cerâmica da Academia Sénior da ESTG, do IPVC.

                                                               Autografando



                                                                       f i m

Sem comentários:

Enviar um comentário