segunda-feira, 28 de setembro de 2015

doLETHES CHEGOU AOS SEIS E CONTINUA.

           



           O doLethes está hoje de aniversário. Faz seis aninhos e o pai-avô está contente por estar aqui a celebrá-lo com redobrada vontade de o levar à cátreda universitária. Vamos ver.


             No primeiro aniversário escrevia aqui:

 
Há um ano, dolethes, apareceu na "net" pela primeira vez. A entrada do autor na blogosfera foi um acto espontâneo, quase acidental, uma simbiose de curiosidade e aventura.


         Cedo me dei conta que esta nova faceta da minha actividade de fim de ciclo profissional continha duas vertentes de relevo para preservar a minha qualidade de vida: manter e estimular o gosto pela escrita que possuo deste o tempo da infância e suster, tanto quanto possível, os efeitos da degeneração física e intelectual que a idade provoca na condição humana. 


         Tenho razões para concluir que aqueles pressupostos foram alcançados.

         Aos poucos, o dolethes, entrou nos computadores mais improváveis e foi-se dando a conhecer. De perto e de longe, o feed-back  ia dando conta das reacções e do grau de interesse que suscitava, sobretudo entre a emigração lanhesense, contribuindo para a formação de uma nova visão sobre a utilidade do blogue para a diáspora levando-lhe, quase em tempo real, novas da terra onde continuam a ter as suas raízes.


         Na minha relação com os visitantes vou continuar manter uma atitude de total abertura e disponibilidade para acolher com todo o interesse reparos ou sugestões que possam tornar este blogue mais útil e interessante. A caixa de comentários estará sempre aberta para receber a opinião de todos os que o desejarem fazer, mesmo para os que queiram optar pelo anonimato, salvaguardadas que sejam as boas regras sociais e legais comummente aceites nas sociedades civilizadas.


           Hoje, a festejar o sexto ano de vida, pouco mais tenho a acrescentar para além do agradecimento pelas mais de 670 mil visitas que por aqui passaram e reiterar a minha determinação em continuar a prestar este serviço em prol da comunidade em que me integro e a que muito me orgulho de pertencer.

         Pelo doLethes
Remígio Costa 

1 comentário:

  1. Parabéns ao blog e ao Sr. Remígio. Grande abraco desde Santiago, Chile.

    ResponderEliminar