quinta-feira, 5 de abril de 2012

POBRETES, MAS ALEGRETES.

        

             Tem montes de graça, não há dúvida, senhor Ministro! É de morrer a rir! Devagar, devagarinho, lá nos vai com a mão ao bolsinho. Era para ser até 2013, mas, como o burro não atira a carga ao chão, leva mais outro ano no lombo a dar para o peditório do BPN...  Ainda que, de novo, volte a ser mentira haverá sempre umas eleiçõezinhas para lembrar aos distraídos que estão perto de chegar ao paraíso...

             Ah, ah, ah! Que graça.


Sem comentários:

Enviar um comentário