terça-feira, 24 de abril de 2012

A FESTA GRANDE DE VILA MOU.

               Uma das festas a que os lanhesenses mais significado atribuem e participam, das que ocorrem fora desta localidade, é a que se realiza na vizinha freguesia de Vila Mou, em Honra de Nossa Senhora da Encarnação, a qual vai decorrer entre os dias 17 a 28 do próximo mês de Maio, e cujo cartaz muito nos apraz aqui publicar.

           Esta festa religiosa, que, acompanhando a evolução dos tempos tem vindo a incluir nos seus programas de há alguns anos a esta parte números de índole popular, tem uma tradição que vem já de tempos longínquos e os vilamoenses dedicam-lhe um carinho e devoção tal que a mantém entre as mais grandiosas e concorridas das muitas que acontecem anualmente em toda a Ribeira Lima, sendo famosa a espectacular procissão que ocorre na segunda-feira, último e principal dia das festividades, onde predominam os lindos andores artísticos conduzidos aos ombros pelos mordomos e habitantes locais e a excelência das Bandas Musicais seleccionadas que actuam no Domingo. Outro motivo de grande atracção e que é já um ex-libris de Vila Mou e da festa grande, é o arco artístico que é levantado à entrada da Avenida do Padre António Palhares que serve a Igreja Paroquial, onde se destacam as filigranas pintadas de branco construídas com varas de amieiro e vime e a ornamentação de toda a estrutura com flores e bucho, em observância daquilo que o seu criador e, durante muitos anos, executor, o artesão e construtor civil Manuel da Pedreira, concebeu.

   


14 comentários:

  1. Uma festa que enaltece a freguesia no entanto existe um paradoxo bem patente entre a festa em si e os habitantes, pois o brilhantismo da festa não se reflecte nas pessoas, que são a sua maioria não todas, pessoas mesquinhas, "cabaneiras" interesseiras e com adjectivos mais de forma pejorativa. Vila Mou actualmente rege-se por pessoas que querem auto superiorizarem, nem que seja pisando os seus. A freguesia pouco ou nada evoluiu, a única infra-estrutura que surgiu, a capela mortuária, era desnecessária, tendo em conta a baixa taxa de mortalidade que se verifica anualmente, esse gasto ou ainda débito seria escusado. Questiono-me e questiono aos demais se Vila Mou em habitantes está ou não a crescer!? Ou simplesmente a juventude está ou não a abandonar a freguesia?

    ResponderEliminar
  2. Deve ser mais um ressaibido da politica de Vila Mou.

    ResponderEliminar
  3. està a ser um bocado aborreçido tamta piada hade haver sempre alguem a deitar a baixo david pereira

    ResponderEliminar
  4. Se a jovems de Vila Mou ista a abandonar a freguesia nao teria a Associacao de Jeventure activa a mais de 20 anos??

    ResponderEliminar
  5. Não sou mais um "ressaibido da politica de Vila Mou" simplesmte exponho os meus pontos de vista. Opinião em democracia.Apenas refiro verdades minhas e não crio falsas ilusões por isso não estou sempre "a deitar a baixo". Não sou habitante de Vila- Mou mas estou sempre atento a tudo que acontece por Vila-Mou e sinceramente já houve associação com mais empenho, mais dedicação, esta associação parece uma associação ficticia. Caros amigos estamos num país livre, ainda ontem foi comemorado esse dia, 25 de abril, posso e devo expor a minha opinião de forma assertiva ou errada é a minha opinião, peço respeito.

    ResponderEliminar
  6. como é possivel em pleno século vinte e um haver gente ressaivida e sem gosto nenhum. Vila Mou é uma aldeia pequena mas com gente simpática, trabalhora,uma juventude dinâmica e sempre se deram muito bem com as gente de Lnheses. é preciso estar muito mal coma vida e consigo mesmo para se escrever o que o anónimo das 02.54m escreveu. o que é que este fez ou faz para melhorar a sua freguesia! outras vassoura sem palha!força Vila Mou estais no bom caminho e dos maldizentes não reza a história.josé oliveira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Prezado leitor e comentador, de facto há pessoas que não sabem aceitar a opinião dos outros e você parece-me que se assemelha a essas pessoas, pois em vez de referir que há gente ressaivida podia mencionar um simples não concordo, essa não é a minha opinião...enfim enumeras resposta me podia ter dado mas não-agressão verbal. Quando referi no primeiro comentário as afirmações que lá constam é porque realmente entendo como tal porque se não, não as referia. Em todo lado há de tudo aqui em Lanheses também há. Só temos de seguir a vida convivendo com tais pessoas.

      Eliminar
  7. não se chama a população no seu todo de "pessoas mesquinhas e cabaneiras" mesquinhice e cabaneiredo existe em todas as freguesias.a populaçao de Vila Mou é humilde, trabalhadora, dinâmica e tem o brilhantismo que outras tem.dirigiu-se à minha freguesia de uma forma rude e sem nenhum fundamento.a festa é brilhante assim como é brilhante a população da minha freguesia.Vila Mou cresceu tendo em conta a sua dimensão o que tem crecido as outras. as pessoas não se fixam assim como não se fixam em outras freguesias longe da cidade.confirme onde Vila Mou tem gente que pretende pisar...onde a associação da juventude é ficticia... prove todos estes factos! caso contrário ninguém lhe pode dar razão da forma rude e malcriada como se dirigiu a uma população. o senhor é livre e tem liberdade para dizer o que pretende mas não dizendo mal de uma população sem provas nem fundamentos. josé oliveira

    ResponderEliminar
  8. Tem toda a razao sr.comentador,temos e devemos respeitar o nosso semelhante.Em Lanheses, entao e uma freguesia de sapato polido mas sem meias solas! O Largo da feira,entao e uma "universidade" de odio,enveja,mal dizer,de perguicosos,e cabaneirice!
    Esta e a minha opiniao sobre Lanheses.Vila Mou e de gente humilde,trabalhadora e que nao passam a horas nos cafes.Sao duas freguesias distintas com diferente histori.

    ResponderEliminar
  9. para se comviver com as pessoas tem que se saber a idemtidade comprimemtos david pereira

    ResponderEliminar
  10. Mas quem e o Senhor que escreve tal mal o portugues e pensa tao pouco? Desculpe se estou a faltar a "caridade". Concerteza o Senhor nao tera culpa!

    ResponderEliminar
  11. Lanheses é uma freguesia vizinha e amiga. as gentes das duas freguesias sempre se deram muito bem e sempre se respeitaram. existe gente má que só gosta de maldizer em Lanheses, em Vila Mou como existe em todas as outras localidades. não vamos entrar pelo discurso de uma vassoura arrastada e passar dizer mal só por dizer(sem provas e sem fundamento) colocando as pessoas umas contra as outras e que não nos leva a lado nenhum.josé oliveira

    ResponderEliminar
  12. Enfim e para terminar tal "conversa"... Sr. José Oliveira, em primeiro lugar se tivesse estado com atenção ao primeiro comentário iria verificar que referi isto "..Que são a sua maioria não todas..." esteja atento! Em continuação, quando está á vista de todos o que se passa não é necessário provas ou fundamentos ou seja lá o que for entenda e comente o que lhe aprouver. Quanto aos recorrentes adjectivos ao qual até agora fui classificado pela sua pessoa apenas lhe digo que não me revejo em nenhum deles e que parto do principio que você é uma pessoa mal formada que só consegue levar a cabo respostas directas através de agressões verbais. E para findar tal "conversa" não comentei para colocar ninguém contra ninguém apenas publiquei neste simpático blogue a minha opinião, se você ou quem quer que seja não a aceite o problema meu caro é seu e dos demais. Fique bem e aprenda a responder com o máximo civismo.

    ResponderEliminar
  13. Brilhante artigo, Sr. Remigio!
    Parabéns e obrigada!

    Lamento e estou chocada, com alguns comentários feitos aqui...
    Com todo o respeito pelos comentadores, acho que o artigo não é propício...

    Cumprimentos;
    L.F.P

    ResponderEliminar