sexta-feira, 10 de junho de 2016

PARQUE PARA CRIANÇAS NO PARQUE VERDE DE LANHESES (VIANA DO CASTELO)

         
                                Pequeno investimento, rentabilidade garantida.
        

            O Parque Verde de Lanheses é um local naturalmente (muito) aprazível dotado de magníficas condições para proporcionar a quem o procura bem estar e tranquilidade. É amplo, muito bem localizado, de fácil acesso e seguro (há pouco passava por lá uma viatura ligeira da GNR em velocidade de ponto morto). Tem densa área de árvores, amplos espaços relvados e, ao redor, férteis leiras lavradas ou cobertas de múltiplas culturas.
                 
        E o rio Lima de encantar.

        No Vale do Lima entre Ponte de Lima a Viana do Castelo não conheço na margem direita ponto de encontro tão desafogadamente acolhedor. Aqui, andam grupos de ciclista pela ecovia, deslizam embarcações de recreio e as típicas barquinhas de fundo chato, e, acostado à sombra de salgueiros, a réplica do água-arriba, o barco "Lanhezes" ; há pescadores desportivos à linha e, quando é época, mergulhos no rio e banhos de sol na areia. Jovens, mas ainda mais a sós ou em pares pessoas mais adultas, são os  caminhantes diários a fazer manutenção ou leitores à sombra dos frondosos carvalhos num dos bancos do passadiço (a precisar de alguma manutenção). 

         O Parque já dispõe de equipamento básico: água de torneira potável, eletricidade, assador fixo, algumas mesas e bancos (dispersos), pavimento para dançar e um quadrado pequeno para prática desportiva. E estacionamento fácil e gratuito para viaturas. Esta tarde, um grupo numeroso vindo de fora estava lá em convívio.
        
         Não tem balneário, WC e um BAR, o handicap que não acompanha o valor da oferta natural.

               "Verde que te quero verde...", Garcia Lorca.

       Quem anda pelo Parque Verde pode constatar que há atenção e zelosos cuidados em manter e criar condições mínimas de utilização satisfatória do encantador espaço. Não há razões para crer que não há de aumentar futuramente o número e diversidade dos equipamentos à medida em que se encontrarem soluções económicas que o permita. Desde logo, porque não comporta investimento excessivo, urge criar um parque  destinado às crianças dotado dos divertimentos usuais dos recintos infantis. Sobretudo no período das férias escolares, acorrem ao local dezenas de crianças que frequentam os diferentes departamentos do Agrupamento de Escolas de Lanheses e outras localidades, que adorariam experimentar o balouço, o escorrega, os cavalinhos, as casinhas e o trampolim que eles tanto apreciam. 

                 



                

Fotos: doLethes
Remígio Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário