quinta-feira, 30 de julho de 2015

FAZER OU DESFAZER ANOS?





        O Luís Pedro, a Catarina e a Inês assinaram a lembrança que cada um para o avô fez.

QUANTOS ANOS TENS?

Não me parece atinado

Alguém dizer que tem certo número de anos

Em chegando o dia em que nasceu.

Porque o tempo já passado,

Dias, meses e anos contados,

Tudo antes aconteceu.

E se teve já não são seus.

Coisa que se gastou

E não pode ser reposta

É pois certo e sabido,

Como a evidência atesta,

Que mesmo o mais precavido,

Sabe o caminho percorrido

Mas nada sobre o que lhe resta.

E se em rodas de conversa informal

Onde a idade vinha à baila

Pensando ser original

Apresentava como meu

Este enigma tão banal.

Mas, alguém me esclareceu

Que o autor original

(Vejam só o que aconteceu)

Quem primeiro a proferiu

Não fui eu, foi… Galileu!!!


2015.07.29

                        (A todos da mesma maneira
                                                 que se deram à canseira
                                                 de no meu aniversário
                                                 os parabéns me enviar,
                                                 Quero de forma ligeira
                                                  mas de alma bem inteira
                                                 através deste emissário
                                                 um grande abraço enviar).

                                                 ......................................
                                              E não vá pensar alguém
                                              que  de mim se livrará facilmente
                                              Porque para a ano que vem
                                              Estarei aqui novamente!
Texto e foto
Remígio Costa
                                                   
                                                
                                                
                                                  
                                     
                      
                               
                                           
                                               

Sem comentários:

Enviar um comentário