quinta-feira, 30 de julho de 2015

CENÁRIO IDEAL PARA SE ASSISTIR A UM FESTIVAL.

           

                   A porta brasonada que dá acesso ao palco


              Pode haver quem preferisse ver o XXXVI Festival Internacional de Folclore que a Casa do Povo de Lanheses leva a efeito já no próximo sábado, dia 1º de Agosto, num outro local e hora diferente. O facto é que este certame folclórico, para além da qualidade dos agrupamentos que vem aumentando a cada ano, tens duas particularidades que, provavelmente, não se encontram noutros espetáculos desta natureza, em simultâneo. A primeira diz respeito ao recinto onde os grupos se exibem em palco amovível, um local com História enquadrado num edifício pertencente à nobre família dos Condes de Almada desde o século XIX, cuja construção data do século XVI só terá sido concluída duzentos anos depois, estando ligada à criação da ex vila nova de Lanheses através dos Ricaldes a quem antes pertenceu. Está localizada no centro de uma quinta e antes da entrada brasonada que dá acesso ao terreiro e à escadaria em pedra da casa senhorial, possui um frondoso e amplo jardim onde crescem árvores centenárias e se localiza o Pelourinho da antiga vila de Lanhezes. A segunda especificidade é que o certame decorre no período noturno abrindo melhores condições a quem trabalha e quer assistir com a família.

              A cedência do espaço que tem Turismo de Habitação (TH) é uma gentileza que se vem repetindo há várias épocas de D. Lourenço de Almada e da sua mãe Dona Isabel d'Almada.

           
                            O TERREIRO COM O PALCO E BANCADAS

FOTOS:  doLETHES
Remígio Costa

1 comentário: