sábado, 27 de maio de 2017

UM PAR DE CEGONHITAS.

           Quando o sol abrasa a mãe cegonha protege abrindo a asa
         
             Não há sinais que confirmem mais de duas crias do casal de cegonhas-brancas no ninho construído no topo de um tronco de uma palmeira seca de um logradouro privado, junto do Largo Capitão Gaspar de Castro. Engrossa deste modo o número de exemplares daquela espécie, que supera duas dezenas e meia desde que há oito anos habitam na zona do centro cívico da freguesia. 

         Os neófitos filhotes do casal Dona Lala e sr. Lima apresentam um crescimento bastante adiantado, e já estão sozinhos no lar enquanto os pais andam na ponte área do vai vem do acarreto do alimento para os sustentar.

         Breve, estarão preparados para se mandarem ao mundo.


Fotos: doLethes
Remígio Costa 


Sem comentários:

Enviar um comentário