terça-feira, 7 de março de 2017

ORELHÃO À MÃO.

   



        Foi desativada esta manhã a cabine telefónica da placa central do Largo Capitão Gaspar de Castro, a qual foi substituída por um orelhão fixado na fachada frontal do prédio onde funcionou a Junta de Freguesia, a poucos metros de distância. A acessibilidade não fica prejudicada, estando contudo o local mais exposto a ruído e com reduzidas defesas nas situações de tempo instável, e com perda de alguma privacidade por ser o passeio sítio de passagem muito utilizado. A altura a que foi colocado, que aparenta ser baixa, terá em vista o uso prático por utentes menos altos, mas fica mais exposto à curiosidade e traquinice dos mais jovens. 



Fotos: doLethes
Remígio Costa 

Sem comentários:

Enviar um comentário