domingo, 7 de agosto de 2016

NOITE DE FOLCLORE INTERNACIONAL NA CASA DOS CONDES DE ALMADA, EM LANHESES, VIANA DO CASTELO.

        
 Rancho Folclórico da Casa do Povo de Lanheses, Viana do Castelo, anfitrião no Festival

        A conjugação de vários fatores favoráveis ao evento, contribuiu  para que o XXXVII FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE  LANHESES, que ontem à noite decorreu no já tradicional espaço cedido pela família dos Condes de Almada, em Lanheses, Viana do Castelo, constituísse um brilhante e variado desfile folclórico muito aplaudido por uma numerosa assistência onde predominavam os emigrantes em férias e respetivas famílias.



                 Porta-estandarte do Rancho da CP de Lanheses
        
      Com excelente temperatura ambiente e cenário de singular beleza e enquadramento de quase intimidade que o local sugere, passaram no palco levantado no terreiro do antigo Paço de Lanheses, agora em posição de melhor visibilidade para os assistentes e da própria família proprietária do espaço graciosamente disponibilizado à organização do certame, a  Casa do Povo de Lanheses,  a que preside Manuel Loureiro, num gesto de amabilidade que ganhou já foros de tradição, nove agrupamentos possuidores de  costumes e tradições contrastantes oriundos de regiões de Portugal, mas, também, de países situados noutros continentes exibidos através de danças, trajes, músicas e ritmos distintos representativos de culturas próprias dos países de origem, aos quais os presentes não regatearam aplausos. O grande momento da noite foi protagonizado pelos representantes da Croácia com a interpretação da célebre canção imortalizada por Amália Rodrigues, "Uma Casa Portuguesa" cantada na Língua de Camões de forma absolutamente percetível e excelente fidelidade musical.  A simpatia foi premiada com estrondosa aclamação da plateia que acompanhou com batimento de palmas o ritmo da famosa composição.

        O Grupo da Lituânia abriu o espetáculo ainda antes da hora estabelecida prevista para as 21:30 horas, tendo sido o desempenho dos grupos  fechado cerca das 00:30 com a  atuação do Rancho anfitrião dançando  o "vira geral" onde é chamado a participar o público presente para a apoteose final. 

        Seguindo a sequência da atuação, fica aqui o correspondente registo fotográfico de cada um dos grupos.

             FOLK MUSK AND DANCE ENSEMBLE VINIUS, LITUÂNIA (já em palco quando entrei no recinto)












 AGRUPACION ARTISTICA FOLKLORICA LA BARCAROLA - SANTIAGO DO CHILE.































           RANCHO REGIONAL DO OLIVAL, VILA NOVA DE GAIA.














     FUAN KAPISTRAN ADAMOVIK BLOVAC - CROÁCIA



















GRUPO FOLCLÓRICO DO ROCHÃO DA CAMACHA - MADEIRA



























FAMA FOKLOR COLOMBIANO BOYACÁ, COLÔMBIA
















































































RANCHO FOLCLÓRICO LUZ DOS CANDEEIROS, ARRMAL, PORTO DE MÓS
























RANCHO FOLCLÓRICO DA CASA DO POVO DE LANHESES, Viana do Castelo

































                                       SARACÚ - DANÇA ORIGINAL DE LANHESES


                                                                  VIRA GERAL
















                       A EXCELENTE APRESENTADORA DO RANCHO DE LANHESES

                    AGRADECIMENTO A D. LOURENÇO DE ALMADA, PRIMOGÉNITO DA FAMÍLIA DA CASA ALMADA, PELO PRESIDENTE DA DIREÇÃO DA CASA DO POVO DE LANHESES, MANUEL LOUREIRO.

                                             PANORAMA GERAL DO TERREIRO DA CASA DO PAÇO DE LANHESES (TH).



                           "INDIOS" CHILENOS ANTES DE SUBIREM AO ESTRADO.
                                 Até ao fim....

FOTOS: doLETHES
Remígio Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário