domingo, 22 de maio de 2016

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA - TAÇA DA AF VIANA DO CASTELO.



                              A união fez a força mas não o resultado.


AF Viana do Castelo
1/2 Final da Taça da AFVC
Campo 15 de Agosto, em Lanheses
2016.05.21 - 16:30 horas
Equipamento: branco.

         
BOM JOGO COM TAÇA DE ALVARINHO AVINAGRADO PARA O UD DE LANHESES.


     UD LANHESES, 1 - Desportivo de Monção, 2 
(Com prolongamento. Ao intervalo e no final dos 90': 1-1) 


UDL: Rocha, Pedrinha, Lomba (C), aos 76' Faizão, Tiago Gonçalves (sC) Trindade, Ricardo Silva, Kitos, Peixe, Rui Sá, aos 87' Queiroz, Thomas, Fonseca.
Treinador: Miguel Kitos.

Desportivo de Monção: Filipe, Gaio, Roque, aos 75' Diogo, Morais, Mini, Paulo, João, Fábio, no segundo tempo Micael, Tiago Conde e Batista.

Árbitro: Diogo Pinto (AFVC)



            GOLOS: 0-1, aos 5', por Paulo, na sequência de jogada iniciada por lançamento longo do guarda redes do Monção para o lado esquerdo, bom domínio de bola do avançado visitante e centro com conta para área com remate de cabeça sobre Rocha. O UD Lanheses empatou aos 28' por intermédio de Kitos a concluir junto ao poste uma jogada confusa. Na reposição do jogo o Monção respondeu em contra ataque com uma jogada de golo o qual foi evitado por grande intervenção de Rocha.

             Aos 38' o UDL poderia ter concretizado a viragem do resultado na conversão de uma grande penalidade mas Filipe com uma defesa de grande aparato negou a Fonseca a grande oportunidade do jogo.

             O UDL entre outras oportunidades criadas ao longo da partida teve o golo ao seu alcance aos 55' duas vezes no mesmo lance, todavia os remates sucessivos não chegaram ao fundo das redes.

             O golo do triunfo do Desportivo de Monção viria a acontecer aos 110' na sequência de pontapé de canto, concluído num golpe de cabeça no meio de grande aglomeração de jogadores em cima de baliza.


           
             Antes de mais é de realçar que este confronto entre lanhesenses e monçanenses constituiu, a este nível, um excelente jogo de taça com ambos os conjuntos empenhados até ao limite das suas capacidades em alcançar a vitória e o direito a disputar a final da Taça. As equipas foram dignas uma da outra tendo vencido não a que mais terá feito e merecido para obter a vitória, que foi muito, mas aquela que tendo mostrado ser capaz de conseguir triunfar foi, além disso, a mais feliz.

           O UD Lanheses foi a equipa que mais atacou, criou mais oportunidades e melhores de chegar ao golo e obteve a seu favor mais cantos e livres. Lutou de princípio ao fim com muita garra mostrando estar em muito boa forma física não obstante o adiantado da época e a praticar bom futebol coletivo e com jogadores em excelente forma técnica. Nunca foi inferior ao seu adversário em jogo jogado, conseguindo responder e superiorizar-se no cômputo final da avaliação ao excelente conjunto de Monção, constituído na sua maioria por jovens com muito talento, aguerridos, determinados em disputar a bola em todos os espaços do relvado caldeando o seu jogo entre o versátil esquema atacante e a solidez defensiva baseada na resolução prática dos lances em jogadas de maior aperto.

           O UD Lanheses jogou, lutou e não aproveitou. O Desportivo de Monção jogou, lutou e...marcou! A união faz a força mas não o resultado.


           Não consegui perceber o fundamento dos protestos e a efervescência que se verificou em ambos os bancos e nos treinadores das equipas em alguns momentos do jogo, sobretudo no decorrer do seu prolongamento. É que, com toda a honestidade e isenção, não vi que o árbitro Diogo Pinto e a sua equipa tivessem cometido erros graves em prejuízo de qualquer das formações que justificassem tal alarido e tivessem por isso sido advertidos. A arbitragem não teve qualquer influência no resultado, o penalti não merece qualquer contestação e o amarelo mostrado ao infrator pareceu-me ajustado, os jogadores de ambas as equipas apesar da pressão que o jogo provocou não se excederam além dos que é normal nestes jogos, pelo que na minha avaliação a equipa dirigida por Diogo Pinto realizou um bom trabalho.

           RC.

UD LANHESES JOGOU SEMPRE AO ATAQUE.












Fotos: doLethes
Remígio Costa
            
 

Sem comentários:

Enviar um comentário