quinta-feira, 27 de agosto de 2015

OBRA DA MARGEM DO LIMA A CAMINHO DO FIM

           


                                  Passeio pedonal

             Com as obras de requalificação ainda a decorrer no terreno entre a margem do rio e o caminho da veiga, desde o cais da Passagem até à ponte de Lanheses, estão a chegar ao fim as obras que ali vêm a decorrer desde Setembro do ano anterior. Estão já terminadas as intervenções na margem propriamente dita para travar a erosão e o avanço do rio, está concluído o calcetamento em paralelipípedos o troço do caminho entre os carvalhos antigos e a ponte, tendo sido colocados mecos de madeira em todo o seu comprimento para evitar o acesso de viaturas e o estacionamento, foi calcetado um amplo espaço com blocos de cimento em forma de favo para o acesso de barcos de recreio ao rio, estando agora a ser aberto em corredor pedonal desde esta área até à zona mantida em estado natural junto à ponte. Há, ainda, arranjos de pormenor para fazer que, contudo, já não vão alterar significativamente o atual estado das obras, como seja, a eventual colocação de equipamento para utilização dos utentes. 
           Conjugando o espaço ora requalificado com o que é ocupado pelo Parque Verde, a freguesia de Lanheses fica a dispor de uma ampla zona de lazer que não tem paralelo na margem direita do Lima, pela beleza das veigas adjacentes e do verde dos bosques que fazem o ambiente natural exuberante a que o rio Lima empresta a frescura e mansidão das suas águas para a prática desportiva e fornece o peixe de várias espécies que nele vive.

                                   Ao longo da margem

           Apesar das benfeitorias apontadas só uma mentalização persistente e inteligente fará com que a população residente venha a criar hábitos de utilização prática intensiva do espaço e fruir de todo o potencial que o local oferece. Obviamente que as estações do ano condicionarão a procura e a realização de eventos mas existem atividades que podem ser praticadas em todas elas com mais ou menos aderentes.



                               Limpinho, limpinho.

              Haverá que ter em conta que para tornar o local mais apetecível e atrair frequentadores mesmo em épocas baixas são indispensáveis ofertas de serviços que satisfaçam as necessidades normais dos visitantes em condições de comodidade que outros pontos oferecem e preparados com o essencial dos consumos correntes das pessoas.


                            Zona dos pinheiros perto do rio

              Com persistência e vontade Lanheses poderá vir a criar aqui um atrativo muito interessante que valorizará em vários aspetos a sua imagem de aldeia que quer evoluir e modernizar-se.

                             A intervenção invisível. Não há cimento.

Fotos: doLethes
Remígio Costa

1 comentário: