quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

PLANO PARA A PRAIA NORTE LEVANTA MARÉ DE CONTESTAÇÃO EM VIANA DO CASTELO.

                      Vista geral da Praia Norte

                 O Plano de Requalificação da Praia Norte que a Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou e irá pôr em prática já a partir do próximo mês de Março, está a levantar uma onda de contestação entre parte da população vianenses que não aceita de bom grado algumas das ideias do projeto principalmente a relocalização do estacionamento automóvel. De acordo com as notícias que têm vindo a público na imprensa e que servem para escrever sobre o assunto, o atual estacionamento vai deixar o mar mais afastado porque será deslocalizado para Este cerca de cem metros, a curta distância da Escola Superior de Educação, do IPVC.

Peões vão ganhar espaço ao estacionamento de viaturas


    O anterior presidente do executivo da Câmara Municipal, socialista como o atual engenheiro José Maria Costa, já se manifestou contra a execução deste plano  o qual tem vindo também a merecer a oposição do PPD/PSD, estando entretanto a decorrer  junto da população local um abaixo assinado para formalizar um protesto popular.

            Bares ficarão mais distanciados da areia da praia

   Esta obra relevante comparticipada com fundos europeus e um empréstimo bancário assumido pela Câmara de um milhão de euros, num valor total de 2,8 M, que prevê entre outras valências a construção de um paredão ao longo da praia, permitindo fora dele espaços pedonais mais alargados , um parque de estacionamento para viaturas, relocalização dos bares que se vão manter abertos no decorrer das obras bem como a requalificação da zona atualmente não desbravada.

                   Facha de areia crescerá.   

  O que mais contraria os interesses dos habituais amantes da praia norte é a impossibilidade de contemplar o mar a partir do interior das viaturas e encher os pulmões do iodo das suas algas quando o vento permitisse a abertura das  janelas, confortavelmente instalado nos fofos assentos do automóvel. Que estupada, esta, de ter que andar uma centena de metros para beneficiar do  saudável iodo das algas únicas das praias do nosso país ou beber um café na esplanada ou interior de um dos bares que ali funcionam...

Parque de estacionamento de ligeiros e pesados a construir junto da Biblioteca Barbosa Romero da ESTG, do IPVC.

                                              O molhe, lado sul.
                                   Parque improvisado no fim da Avenida do Atlântico.

Fotos: doLethes
    

Sem comentários:

Enviar um comentário