quarta-feira, 29 de junho de 2011

PONTE DO SOL DA MANHÃ.

           
Não é da vista ofuscada pelo brilho intenso do sol da manhã que aquilo que os olhos vêem parecem os pilares de uma ponte "a sério". Não, não se trata de nenhuma ilusão, porque os quatro blocos de betão a emergir nas duas margens do rego da Silvareira respeitam à estrutura de uma PONTE que, nos Seixos, está a ser levantada para ligar, junto à foz do regato, as freguesias de Fontão e a de Lanheses. Muito para além do que se poderia esperar a estrutura constitui um empreendimento de vulto que servirá, não apenas para a continuidade de uma ecovia mas, também, para o tráfego de viaturas utilizadas na lavoura ou outras de grande porte.


            

             

           

Sem comentários:

Enviar um comentário