terça-feira, 28 de junho de 2011

NOTÍCIAS DAS CEGONHAS-BRANCAS.




       
            Não tenho aqui falado tanto das cegonhas-brancas como no ano transacto o que tem suscitado aos frequentadores do blogue alguma incerteza sobre o que lhes terá acontecido. Volto, agora, a referir-me à família daquela espécie de ave, rara por estas bandas, as quais se instalaram em Lanheses, pela primeira vez no último ano, no alto da chaminé da antiga Casa do Povo e ali procriaram.

             Está tudo bem com elas, seguramente adaptadas ao meio ambiente, os quatro filhotes da ninhada desta Primavera (mais um do que no ano transacto) a aguardar o sustento que os progenitores providenciam para eles nos charcos e veigas da margem do Lima, ora tratando dos cuidados da penugem ou ensaiando movimentos com as asas para, dentro de muito pouco tempo, partirem à aventura para as terras dos seus antecessores.

             Os transeuntes que por ali passam, em especial os forasteiros que se apercebem da existência do ninho, não deixam de dar alguns momentos de atenção ao enorme amontoado de paus colocados em desafio às leis do equilíbrio mas, mas assim, não suficientemente amplo para permitir que ali permaneçam, ao mesmo tempo, os SEIS componentes da colónia pelo que já recorrem, os pais,  às antenas de TV vizinhas para "estacionar" algum tempo e, seguidamente, com mais espaço, poderem "abastecer" os papos da ninhada.

             Ao contrário de que acontece noutros locais, a curiosidade (e facilidade) da observação destas aves é que elas se instalaram a poucos metros do solo (dispensando, por isso,  o recurso a binóculos), numa artéria que é das mais movimentadas do Centro Cívico o que, de todo, parece ser indiferente aos animais que agem como se estivessem sozinhos. Verdade seja dita que a generalidade das pessoas  que ali perto exercem actividade ou se deslocam ao comércio ou serviços que ali funcionam, se empenham e cuidam para que as exóticas cegonhas-brancas não se perturbem e se sintam "em casa".

Sem comentários:

Enviar um comentário