segunda-feira, 5 de março de 2018

CASAL DA ESPÉCIE PATO-REAL OU OUTRA DO RIO LIMA (LANHESES)?



       Há dias atrás avistei no rio Lima no sítio da Passagem, ocupado na pesca da refeição matutina, uma ave que um leigo não teria dúvidas tratar-se de um pato-real ou aviforme aparentado. Não tive oportunidade de o observar a uma distância mais próxima que me permitisse distinguir melhor a cor das penas e o tamanho (nadava mais próxima da margem esquerda), nem pude obter uma foto para comparar com outras numa posterior busca na internet. Lembrei-me de ter avistado há cerca de dois anos atrás mais ou menos no referido espaço do rio um exemplar que me pareceu ser um mero pato doméstico, que depois vim a saber tratar-se de um corvo-marinho-de-pescoço-longo a fazer fé num comentário de um seguidor deste blogue o qual me mereceu credibilidade.



       Hoje, em vez de um, andava um par de aviformes a montante da ponte de Lanheses, do qual obtive algumas fotografias, as quais não sendo totalmente esclarecedoras permitem identificar elementos úteis para uma classificação da espécie a que pertencem.

       Comparadas com as aves que visionei numa busca virtual e extraindo dos textos que acompanhavam as fotografias a que tive acesso as características identificativas das aves, conclui, não obstante as dúvidas não completamente dissipadas, que se tratava de um casal, macho e fêmea, da espécie pato-real. Será que também desta vez alguém com conhecimento da vida animal do "nosso" Lima quer dar-se ao incómodo de confirmar ou desmentir a classificação por mim atribuída?



     Sabendo que no posto de observação de aves do bosque de Linhares junto da ponte romana, existia um placard com fotografias das espécies animal e avícola da zona do Parque Verde, dirigi-me ao local para confirmar se constava a espécie em causa, e o que encontrei foi uma deceção: a construção está desmantelada, os dois  cartazes desfeitos em pedaços dispersos entre as tábuas arrancadas da estrutura. Selvajaria de marginais, incultos e mentecaptos estúpidos!




    
Fotos: doLethes
Remígio Costa 

Sem comentários:

Enviar um comentário