segunda-feira, 5 de setembro de 2016

SUCESSO TOTAL NA FESTA DO MILHEIRAL 2016.

 


           A sexta edição da Festa do Milheiral que ocorreu no último fim de semana no Parque Verde da freguesia de Lanheses, concelho de Viana do Castelo, organizada pela Junta de Freguesia e com fins de solidariedade social, constituiu uma singular manifestação popular bastante concorrida e com manifesto agrado geral. A natureza campestre do local, a sua localização junto à margem do rio Lima, as sombras das árvores do Parque, as amplas zonas relvadas, a acessibilidade e desafogo do espaço, o alargado aparcamento sem custos próximo dos locais onde ocorrem os números do programa da Festa e, no momento da sua ocorrência não haver em simultâneo outros eventos de vulto nas proximidades, bem como a temperatura amena favorável que aconteceu, levaram ao local algumas centenas de pessoas para uma convivência salutar em comunidade e fruição de excelentes momentos de cultura, diversão e de  lazer.

   O momento alto e primeiro objetivo da Festa plenamente conseguido (numa  perspetiva pessoal) foi o piquenicão, muitíssimo participado. Com efeito, contaram-se por algumas dezenas as famílias que preencheram os espaços de sombra, algumas deslocalizadas fora de Lanheses, que almoçaram os fartos farnéis preparados em casa ou confecionaram no hora ali mesmo pitéus especiais, se fizerem brindes com champanhe francesa ou verde de colheita própria, enquanto alguns preferiram os pratos preparados na cozinha local por experimentadas cozinheiras voluntárias. 

   Relevantes foram, ainda, a passagem pela eira da voz límpida da amadora  vilamouense Ivone Lima, a peça de teatro de rua interpretada por atores do Centro Dramático de Viana, os "Plínios" (Plínio 1, Plínio 2 e Plínio 3, como se apresentaram no início da exibição) de Viana do Castelo, e as danças, rusgas e desfile de marchas, para fechar a noite com a divertida "queimada galega" e finalizar numa demonstração de esfolhada minhota sob feéricas figuras de uma económica sessão de fogo de artifício a arremedar a luz tímida da lua em quarto crescente.

   E bastou. Em jeito de sugestão de balanço do que se viu e viveu, é também de enaltecer a inclusão no programa do "concurso" de espantalhos. Tem fundo cultural confirmado sendo compatível ao espaço envolvente do Parque Verde. Outras ideias baseadas nos costumes e tradições locais poderiam  ser propostas em futuro desafio aos criativos habitantes da freguesia e mesmo externos. Não escasseiam motivos nem capacidade nata ou adquirida aos lanhesenses como ficou (amplamente) provado neste festival pelos bonecos exibidos e escrutinados. Ousando ir um pouco mais à frente poderia pensar-se num maior aproveitamento do rio levando para lá atividades ligadas à pesca ou mesmo desportivas. Reconstituir, mesmo que em espaço restrito, as antigas iluminações manuais com que o nosso conterrâneo Almano Cachada embelezava o jardim público de Viana do Castelo na noite da serenata, dariam um toque de graça e genuinidade popular das festas locais noturnas dos tempos idos que entre nós se faziam

    Para os que contribuiram, cada um a seu modo, para o êxito verificado na edição nº 6 da Festa do Milheiral, somo as palmas do doLethes à plateia que igualmente faz questão de manifestar o seu agrado.

                               ASPETOS DO PIQUENICÃO






 

                                     A FEIRINHA DAS PRENDINHAS (artesanato)

HELENA . BRANDÃO: trabalhos e quadras próprios.
    


MARIA JOSÉ COSTA: variedade e saber fazer, com (muito) gosto e igual prazer.
  
                      
                   Para apaixonados, coraçõezinhos bordados...
                   
                    ...mas há outros que nos deixam encantados para alegrar filhos e afilhados!

                                 Da "famelga"

 
                                TEATRO DE RUA : "Os Plínios"








                             ESCOLA DE DANÇA

ASSOCIAÇÃO DE TOCADORES DE CONCERTINA DE PONTE DE LIMA

                             MARCHAS POPULARES. 
Associação de Pais e Enc. de Educação da Esc. Sec. de Arga e Lima 

Marcha da Seara (Ponte de Lima) margem esquerda.


Marcha dos "Amigos de São João" - Lanheses


Marcha da Obra Social de Riba Lima - Lanheses





                             QUEIMADA GALEGA.
Preparação: 
                          - UM APRESENTADOR FALADOR
                          - HÁBITO DE FRADE (COM CAPUZ)
                          - ALGUIDAR DE BARRO (crescido...)
                          - COLHER METÁLICA DE PEGA LONGA
                          - 5 LITROS DE AGUARDENTE (DA BOA...)
                          - UMA MAÇÃ GRANDE (MESMO BICHADA...)
                          - CAFÉ EM GRÃO QB.
                          - CASCA DE LARANJA CORTADA EM FITA DE UMA SÓ VEZ.
                          - UM QUILO DE AÇÚCAR AMARELO
                          - MEL PURO DE ABELHA
                          - ISQUEIRO PARA ACENDER A CALDA
                          - MEXER ENQUANTO ARDER
                          - EVOCAÇÃO DE SANTOS E SANTAS E OUTROS QUE NÃO SÃO UMA COISA NEM OUTRA
                          - CONTAR O MITO CELTA NO DECORRER DO ATO
                          - LER NUM PAPIRO A FÓRMULA MÁGICA
                          - UMA AJUDANTE MUDA
                          - COPOS (PEQUENOS...) DE PLÁSTICO PARA A PROVA
                          - PROVADORES (E PROVADORAS...) ESPONTÂNEOS (NÃO FALTARAM...)

                     E PODE COMEÇAR A SESSÃO.  
 

       









A evocação dos espíritos.



Todos à prova. As senhoras primeiro...
                      ESGOTOU!

             DESFOLHADA MINHOTA (AMOSTRA)









 Foguetório económico





 Aves adoram milho...iii.

 Quem trabalha por gosto não cansa (nem nas esfolhadas nem em França)







Voluntário da última hora não foi classificado. Espantalhos não precisavam de óculos para afugentar pardais nem de relógio para saber quando deixar o trabalho. É de sol, a sol (ou de chuva em chuva...)

                 A SOLITÁRIA QUE TEVE UM BRANCA E SE ESQUECEU DE COLOCAR AS ASAS DE ANJ(O)A PARA CHEGAR A TEMPO À DANÇA.

Fotos: doLethes
Remígio Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário