quinta-feira, 12 de outubro de 2017

A AMPLIAÇÃO DO CEMITÉRIO DA FREGUESIA DE LANHESES





Espaço terraplanado, a poente, com acesso pela Rua da Estrada da Igreja.
                          


   A AMPLIAÇÃO DO CEMITÉRIO DA FREGUESIA DE LANHESES

     Uma nova ampliação do cemitério da freguesia de Lanheses é justificada e urgente. O atual cemitério atingiu, ou terá mesmo ultrapassado, o limite prudente destinado à abertura de novas sepulturas sobrando, neste momento, apenas quatro últimos espaços para tal fim. E não é previsível que em anos próximos venha a ser adotada a cremação ou criação de armários como alternativa ao recurso às covas e jazigos.


     O executivo da Junta de Freguesia tem assumida como medida prioritária das ações a desenvolver para o novo mandato, outorgado por maioria nas eleições de 1 de outubro, e traduzida na aquisição há meses atrás de uma área confrontante a norte com terreno agrícola, e com a rua da Estrada da Corredoura, a poente, a obra de ampliação cujo encargo terá sido acordado e autorizado pela Câmara Municipal do concelho.

                Última ampliação, a norte, e a terraplanagem da futura obra,


     A última expansão que o cemitério sofreu operou-se a norte dos antigos jazigos privados perpétuos ficando o muro do extremo ampliado com altura algo inestética por força do desnível do terreno; já no alargamento, que julgo ter sido o primeiro concluído em 1975, a opção tendeu para o lado nascente depois de obtido a concordância dos então detentores da propriedade.

   Duas imagens do terreno à venda do lado nascente com uma edificação desativada


     Não é do conhecimento público o projeto da expansão do Campo Santo, ou se está em andamento, ou mesmo se alguém terá apresentado sugestões em que pudesse assentar a planta final a edificar. Por agora parece estar consumada a aquisição da propriedade particular, e veem-se sinais de terra removida e feita uma abertura no muro para servir de entrada pelo lado da rua da Estrada da Igreja.



     Há de haver motivos ponderáveis para decidir a ampliação tal como as referências visíveis indiciam vir a acontecer. Com efeito, pareceria mais curial e ajustado o alargamento no sentido longitudinal nascente, porque, a priori, esta opção concede mais amplas perspetivas de futuras modificações, por não ser terreno fértil de lavoura, e estar neste momento à venda com cartaz afixado de agência imobiliária. 


     A cumprir-se a obra tal como os indícios sugerem vir a ser, e valorando comentários avulsos nada abonatórios relativos a esta ampliação que envolve interesses de privados, ela contém inconvenientes que devem merecer dos decisores uma reflexão ponderada e corajosa com vista à reversão do plano em vista, atendendo a que primeiro está o bem-estar dos cidadãos e a intocabilidade dos direitos iguais de cidadania e bens de propriedade adquiridos.


Terreno, a norte, de particular a partir dos esteios de cimento que se presume para além da propriedade comprada.

    
      A deslocalização para poente da entrada do cemitério e a propalada criação de um parque de estacionamento de viaturas nesse espaço, poderá vir a criar situações, ainda que pontuais, de bloqueamento de trânsito do troço da estrada no decorrer dos funerais, em Dia de Todos os Santos e aos fins-de-semana quando as pessoas mais ali se deslocam para fazer a limpeza das sepulturas perpétuas de família, além da afluência automóvel fomentar o roído e a poluição, e limitar ou impedir o trânsito normal na via central e a obstrução ao acesso às suas próprias moradias dos habitantes do Lugar, bem como ao estádio próximo quando em utilização. Por outro lado, quer os atuais prédios urbanos como os terrenos envolventes passíveis de futuras edificações, perderão eventualmente valor de mercado, tanto pelos inconvenientes atrás referidos como por razões de gosto pessoal em relação ao ambiente circundante. Atente-se que uma das moradias cerca do local, de construção bastante recente, ficará com duas frentes voltadas, rentes, para “a última morada” de viventes.


Na imagem de cima a moradia que deverá ficar com duas frentes a confrontar com o cemitério ampliado. Na segunda o telhado de uma vacaria desativado (â venda).


     Este tema só não foi abordado há mais tempo para não suscitar conotações e aproveitamento especulativos de cariz partidário relacionados com as campanhas eleitorais então em curso.



2017.10.12



Remígio Costa.

1 comentário:

  1. Mas então esses "grandes" politicos de Lanheses,sempre prontos a criticar ou a opinar, agora não se junto a ti? E um projeto sem sentido nem razao de ser! Então vamos ficar com duas entrada para o cemitério? Uma para pobres e outra para os mais abastados! Tens muito razao Remigio, por que não alargar o cemiterio para Nascente ao encontro da mata dos santos? Por que enterferir na vida particular de todos aqueles que trabalharam uma vida inteira para terem um lar confortável e, vem-se agora redoados com ambiente macabro! Para alem do meu apoio, tens também a minha ajuda na luta que teras que travar.Falta de competência,pode ser...a não ser isso..o tempo o dira!.Parabens Remigio.
    Dr.Horacio Lima

    ResponderEliminar