segunda-feira, 15 de abril de 2013

ACÇÃO DE OBSERVAÇÃO DAS AVES NO HABITAT NATURAL.

                    
                      Primeiras observações no sítio do Pinheiro

                          Conforme estava previsto, decorreu no passado sábado, dia 13 de Abril, uma acção de observação das aves em liberdade no seu habitat natural, que decorreu sob o patrocínio da Junta de Freguesia nas áreas da veiga situadas na margem direita do Rio Lima, a montante da ponte de Lanheses entre os sítios da Passagem e os Seixos e nas conhecidas Lagoas de Bertiandos.

                          A iniciativa mereceu uma razoável adesão (não é aconselhável formar grupos numerosos em acções com estas características) de um conjunto de participantes provenientes de diferentes localidades e bastante heterogéneo no quer respeita à idade e formação académica, alguns com experiência e actividade no ensino ligada à Biologia e outros indiferenciados que se inscreveram no evento pela sedução e novidade do tema como é o caso do autor do doLethes.


              O segundo ninho de cegonhas-brancas, em Lanheses


                         Como preparação prévia decorreu no novo auditório da Junta de Freguesia uma sessão de apresentação do tema da qual se encarregou o responsável directo da acção, de nome Miguel Cardoso, licenciado em biologia e especializado em ornitologia que devota à observação das aves uma paixão sem limites como foi possível confirmar no decorrer da actividade no terreno. Nesta sessão, servindo-se de um diaporama, Miguel Cardoso prestou informações detalhadas não só no que respeita às exigências especiais a observar pelos participantes no espaço onde iriam ocorrer as observações directas,  como, também, as espécies autóctones que poderiam deixar-se avistar, fornecendo os pormenores mais importantes de cada uma delas, designadamente, quanto ao tamanho, cores das penas e, sobretudo, o canto específico de cada uma.

       Um regato que atravessa o arvoredo da Lagoa de Estorãos.

                         Ao longo deste primeiro percurso muitas delas apareceram e foram identificadas, desde as mais pequeninas como as cerzino (cerezina), fuinha dos juncos, o chapim, as andorinhas dos telhados, as gralhas (que se confundem com os corvos) e, até às cegonhas-brancas em voo circular de exibição, bem como o  buteo-buteo ou águia de asa-redonda, nome menos apropriado segundo o monitor.
                        
                 Sobre o pontelhão o grupo inicia a visita às Lagoas.

                         E, como surpresa da manhã, o conhecimento de um segundo ninho em Lanheses da espécie cegonha-branca num poste de fornecimento de energia à ETAR, com uma delas dentro provavelmente no choco.

 Sérgio Moreira, "mister Fuji", perscruta as árvores à procura de  novidades para o SSVSA.

                         Na Churrasqueira Papagaio, de João Quintas, o almoço servido pela D. Maria, a esposa,  comportava um arroz de feijão com panados que agradou muito e forneceu as calorias necessárias aos participantes para o desgaste do resto da missão prevista para a tarde.


Paisagem paradisíaca de uma das Lagoas junto ao Centro Ambiental.

                        No segundo período da acção decorreu no cenário exótico das Lagoas de Bertiandos e na Veiga de Estorãos adjacente, a norte, um local de cenários paradisíacos de verde e água abundante e limpa nos regatos que ali convergem trazendo a água da serrania, ali perto, onde puderam ser avistados dos abrigos construídos para os visitantes, patos mergulhões, galinhas de água e um ninho de chapim rabilongo no tronco de um amieiro, uma garça real em voo planado, várias gralhas e de, novo, o buteo-buteo em busca de refeição.

 Casal seduzido pelo manto romântico dos bem-me-queres, deixa-se fotografar para registar o momento.

                       Por fim, e já de regresso, uma paragem na Quinta da Lage, em S. Pedro de Arcos, foi colocada no topo do bolo a cereja que faltava ao avistar-se num pequeno arbusto um picanço-barreteiro, lindíssimo e muito paciente para os "fotógrafos" (obviamente, que o nome da  ave nada tem a ver com o Bettencourt Picanço, o presidente do sindicato dos quadros superiores do Estado, mau grado os apelido e  "barretes" a que o governo o tem humilhado...) para gáudio do monitor, que ansiava há muito avistá-lo, e júbilo dos participantes pela novidade-surpresa do encontro.

                   Registo fotográfico da visita através dos passadiços.













Gralhas e buteo-buteo andam por ali.







 O "famoso" Picanço-barreteiro, muito paciente e colaborante até para as objectivas menores.







               Uma iniciativa interessante a vários títulos não apenas para os citadinos menos familiarizados com o ambiente natural, mas, também para os que, como muitos de nós, cresceu a descobrir ninhos e a subir às árvores para ver os ovos e os filhotes das aves.

                        
                     A observação das aves é uma prática muito difundida na Europa, designadamente no Reino Unido onde motiva milhares de britânicos, sendo vulgares concentrações de praticantes para poderem visionar uma única espécie rara.

                    Em Portugal foi criada em 1993, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), www.spea.pt, uma organização ambiental e científica sem fins lucrativos, com a missão de estudar e conservar as aves nos seus habitats.

















8 comentários:

  1. Quando se realiza a acção de observação de aves dos comunistas de Lanheses?

    ResponderEliminar
  2. Os comunistas de Lanheses são bem mais seblisados do que essa cambada de hipócritas que se vêem nas imagens, atrás do passarinho!!!

    ResponderEliminar
  3. Os passarinhos vão ser devorados no Domingo a partir das 20h15m, não pelos comunistas de Lanheses, que são "sebilisados", mas por leões famintos e para regalo de dragões, agora em parceria com aquela gente da Colômbia (dragões e colombianos combinam bem...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia ticoti,

      quem é que foi devorado por quem?

      Eliminar
    2. Os indomáveis leoes foram devorados por homens de preto que, doravante, serão agraciados na capela dos passarinhos!!!
      Abraço

      Eliminar
  4. Em Lanhezes quando alguem tem iniçiativas, seja qual for vem sempre as criticas, mas as pessoas sao felizes assim david

    ResponderEliminar
  5. (Lanheses)é com dois (SS), E (Davide)é Com o e no fim; não sejas como o Carrelinhos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. so que lanhezes eu escrevo como quero, e David jà que ès muito esperto dizes quem ès e eu faço_te ver o meu bilhete de idemtidade, sr doutor deixa o carrelinhos em pàz, David lima pereira

      Eliminar