quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

CORVO-MARINHO-DE-FACES BRANCAS, PESCADOR POR CONTA PRÓPRIA.

À distância, o pescoço longo assemelha-se a um periscópio de um mergulhador. Tão depressa aparece como, passados breves segundos, surge a alguns metros do local do mergulho anterior perscrutando o ambiente em diferentes direções.  Parece divertir-se tal a descontração dos movimentos e a frequência da ação, mas, mais certo será deduzir que anda a alimentar-se na vazante da maré e na limpidez da água corrente e claridade da tarde ainda suficiente. É o corvo-de-pescoço-longo ou de faces brancas, na imagem solitário porém não único porque, não tendo conseguido surpreendê-los numa única imagem, eram duas as aves envolvidas nos mergulhos a alguma distância uma da outra. 

Rio Lima, no sítio da Passagem, no Parque Verde, em Lanheses.


Foto: doLethes
Remígio Costa

Sem comentários:

Enviar um comentário