domingo, 21 de julho de 2024

À VISTA A ÚLTIMA FASE DO PROGRAMA DA FESTA EM HONRA DO SENHOR DO CRUZEIRO E DAS NECESSIDADES

        


        O programa da festa do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades que está a decorrer em Lanheses, concelho e distrito de Viana do Castelo, tem vindo a ser cumprido progressivamente estando a chegar à semana decisiva, a quarta da última semana de julho que determina anualmente a data em que decorre a centenária e célebre festividade religiosa-profana.

        A execução acelera a partir de quarta-feira, dia 24, tendo o auge da concretização a 28 de julho, no domingo último do mês.. É neste espaço temporal que decorrem os atos de maior e espetacular relevância religiosa, quer no item do propósito e cariz da festa, quer no que respeita à diversão, à cultura, tradição e ao conteúdo dos desfiles programados. 

        Os Lanhesenses estão há muito a par do total dos pormenores respeitantes à festividade porque faz tempo que foram informados, e, sobretudo, porque uma substancial parte da comunidade está toda ela envolvida nas missões e imensos trabalhos que o evento contém.

       O público local e de fora, como é de tradição, irá manifestar como sempre tem feito, a adoração que vota ao Senhor do Cruzeiro e das Necessidades, e não recusará a oportunidade de se divertir e festejar nos múltiplos e diferentes divertimentos à disposição.

(Fotos de julho 2022)


 




   Remígio Costa 



sábado, 20 de julho de 2024

FEIRA MOLHADA NÃO FICA ACABADA

 

FEIRA MOLHADA
NÃO FICA ACABADA 
 
Pois, não!
Há guarda-chuvas
Sempre à mão,
de cores alvas ou escuras,
impermeáveis,
úteis (sempre) serão.
A chuva é macia
como o algodão,
e leve, alivia
a face molhada
de alguns que na feira estão.
Feirinha molhada
não fica acabada.
É certo e sabido
que a chuva é do inverno
e o sol brilha no estio;
decorridas
que estejam duas semanas,
o sol aberto,
o céu radioso,
é claro e certo
Um feirão formoso.
 
Texto e fotos: Remígio Costa
Sábado, 20.07.2024
 

 




Remígio Costa

Texto e fotos.

sexta-feira, 19 de julho de 2024

NÃO HÁ CONCURSO, SOBRAM AS QUADRAS.

 


Na “Aurora” centenária,

P’la Agonia acontecia,

Abrir concurso de quadras

A aludir à Romaria.


Não haverá este ano

O concurso esperado;

O facto, inesperado,

Causou certo desagrado.


Seja qual for a razão

Que a “Aurora” invocar,

Só uma boa questão

Poderá justificar.

 

Não irei desanimar

Por esperar mais um ano

 Vou tentar aprimorar

O que estiver errado.

 

 Irei guardar, com esmero,

As quadras que já criei,

Não por excesso de zelo

Mas da rima que lhes dei.


Sustento a esperança,

De pro ano concorrer,

E com fé e confiança

Minha quadra vai vencer.


Já conquistei o terceiro

E o segundo também.

Ter em vista o primeiro

Não surpreende ninguém.

 

 Remígio Costa

Julho/19/2024

XLII FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE, EM LANHESES (Viana do Castelo) CARTAZ

            GRUPOS FOLCLÓRICOS PARTICIPANTES:
      
                   - 42.º Festival Internacional de Folclore da Casa do Povo de Lanheses. 📌 
                   - Paço de Lanheses 👉3 de agosto - 21H. 🇵🇹 🇮🇳 🇦🇲 
 
                   - Grupo Folclórico da Casa do Povo de Lanheses 🇵🇹
                   - Rangsagar Performing Arts - Índia 🇮🇳 -
                   - Grupo Folclórico de Danças e Cantares do Fial                                 Albergaria-a-Velha 🇵🇹 
                   - Armenner Folk Dance Group - Arménia 🇦🇲 
                   - Rancho dos Campinos de Azinhaga - Golegã 🇵🇹 
                   - Rancho Folclórico de Silvares - Fundão 🇵🇹 
                   - Participação Especial: Lanheses Dancing Studio .
  

                   Entrada Livre
 
foto: Remígio Costa 

domingo, 14 de julho de 2024

SALVE, MEU DEUS E SENHOR DAS NECESSIDADES

 


 

SALVE, MEU DEUS E SENHOR DAS NECESSIDADES

 

Os dias grandiosos da festa estão a chegar.

Decorre, acelerado em ritmo sincronizado,

O Programa aprovado que não pode falhar,

Para prestígio e Honra do Senhor Crucificado.

A par da Comissão a quem coube organizar,

O Senhor do Cruzeiro e das Necessidades

Está no Ser e no Coração de muita gente,

Sejam emigrantes ou em Lanheses residentes

Adoram a Jesus Cristo perante Ele ajoelhados.

Dentro e fora da belíssima e nobre Capela,

Duas figuras representam a Morte e a Ressurreição:

No nicho da fachada o filho de Deus na Cruz Crucificado,

No altar-mor Jesus a sobraçar a Cruz da Salvação.  

Vai, agora, na solene Procissão integrado,

O Senhor das Necessidades no andor bem enfeitado,

Ao som do terço solenemente rezado

Com sentimento, crença, devoção e Amor cantado.

Salve, meu Deus Senhor do Cruzeiro e das Necessidades,

A todos nós concedei a graça da Vossa Santa bênção

Dai ao Mundo Paz, Pão, Amor e Felicidades,

E na nossa Morte o milagre da Salvação.

 

Remígio Costa

Julho/14/2024

 

 

 

 

 

À VISTA A ÚLTIMA FASE DO PROGRAMA DA FESTA EM HONRA DO SENHOR DO CRUZEIRO E DAS NECESSIDADES

                 O programa da festa do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades que está a decorrer em Lanheses, concelho e distrito de Viana ...